Aqui política se discute.
Início » Aumento de teto vai impor gasto extra de R$ 6,9 mi à prefeitura

Aumento de teto vai impor gasto extra de R$ 6,9 mi à prefeitura1 min read

Por Tote Nunes

A aprovação da PEC 5 (Projeto de Emenda Constitucional) que equipara a remuneração máxima dos servidores públicos estaduais e municipais aos salários dos desembargadores do TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo), vai impor uma cota de gasto extra à Prefeitura de Campinas de aproximadamente R$ 6,9 milhões. Os dados foram estimados ontem pela Secretaria de Finanças.

Com a mudança, o teto salarial dos servidores vai subir dos atuais R$ 23 mil – que é o  salário do prefeito – para R$ 30 mil – que é a remuneração máxima dos desembargadores.

De acordo com a Secretaria de Finanças, a medida aprovada na noite de anteontem na Assembleia Legislativa, vai atingir 100 funcionários, que hoje estão limitados ao salário do prefeito – de R$ 23.204,08.

Caso a decisão seja aplicada, o impacto financeiro será de cerca de R$ 530 mil/mês. “O município ainda estudará a matéria e as medidas a serem adotadas”, informou a secretaria por meio de nota.

Unicamp

A Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) promete divulgar hoje o impacto que a medida vai produzir na folha. O aumento do teto tem sido um problema para a reitoria, já que os servidores estão em greve desde o dia 22. Os servidores  querem aumento de 12,6% e o Conselho de Reitores oferece 1,5%.  O STU (Sindicato do Trabalhadores da Unicamp) usa o aumento do teto para pressionar a reitoria. Diz que a universidade vai aumentar o salários dos que ganham mais. A reitoria alega que a medida foi aprovada na Alesp.

 

Rose Guglielminetti

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

1 comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • É só seguir o exemplo da Prefeitura de São Paulo: publicar decreto mantendo o teto de R$ 23.246,08, como consta na Lei Orgânica de Campinas (“constituição” municipal), economizando os 35 milhões por ano.

    Simples assim.

Rose Guglielminetti

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

Marcos Andrade

Marcos Andrade

Marcos Andrade é formado em jornalismo pela Unesp e pós graduado em Gestão da Comunicação em Mídias Digitais pelo Senac. Com passagens pelas rádios Band News FM e Bandeirantes de Campinas, é produtor do programa Bastidores do Poder da Band Campinas desde 2016.

Zezé de Lima

Zezé de Lima

Jornalista que começou no Diário do Povo, quando a sede era na César Bierrembach, e com histórias no Jornal de Domingo e Correio Popular. Na última década, já fiz de tudo na Band Campinas. Hoje posso fazer só o que gosto.

Mais Categorias