Início » Câmara aprova projetos que favorecem motoristas de aplicativos

Câmara aprova projetos que favorecem motoristas de aplicativos

Os vereadores de Campinas aprovaram na noite desta quarta-feira (20/10) dois projetos de lei, de autoria dos vereadores Nelson Hossri (PSD) e Filipe Marchesi (PSB), que favorecem os motoristas de aplicativos de transporte individual. Um deles dá direito à ampla defesa dos motoristas de transporte por aplicativo em caso de suspensão e/ou expulsão por parte da empresa e o outro que aumenta a “idade” do veículo de 8 para 10 anos.

Porém, foi aprovada também uma emenda do vereador Jorge Schneider (PL) que prevê que a Emdec deixe de exigir limite de idade dos veículos até dezembro de 2022. Com isso, em 2023 os carros acima de 8 anos estarão proibidos de rodar nas vias de Campinas. O impasse vai ser resolvido pelo prefeito Dário Saadi (Republicanos) que vai decidir se veta ou sanciona os projetos de lei.

“Ouvi relatos de motoristas que foram suspensos e até expulsos sem nenhuma justificativa da empresa. Então, estamos pedindo primeiramente que a empresa apresente claramente os motivos dos seus atos e que o punido tenha direito à ampla defesa. Em relação ao outro projeto, a maioria dos carros com 10 anos e até mais estão em perfeito estado. E para rodar, já precisam do laudo ambiental e mecânico. Não tem porque restringir o uso”, disse Hossri.

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

3 comentários

  • Parabéns Nelson, nós motoristas de aplicativos estamos com você. Esse tal de vereador Chinaider serve pra nada. Só atrapalha.

  • Este vereador vou resumir como ele entrou na política com ajuda do Jonas, depois votou a favor do aumento absurdo do IPTU (e ainda por vários momentos defendeu ) depois ajudou a mãe a ganhar um cargo melhor, porem começou a falar mal do Jonas e a mãe e outros apadrinhados perderam os cargos e a mãe também perdeu as gratificações. Entrou nesta eleição voltou para o mesmo grupo que ficou 4 anos falando mal e novamente a mãe e amigos foram beneficiados com cargos e aumentos de salários.. Isto ai e mais do mesmo.. Não passa da velha e clássica política e troca de favores.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.