Início » Câmara de Campinas reduz salários e tira benefícios de servidores após ilegalidades

1 min readCâmara de Campinas reduz salários e tira benefícios de servidores após ilegalidades

A Câmara de Campinas reduziu o salário e tirou benefícios de 24 servidores que conseguiram turbinar os vencimentos com promoções que foram consideradas irregulares. São salários que chegam a 24 mil ao mês. Há um caso de cerca de R$ 40 mil. A decisão deve gerar uma economia de R$ 1,5 milhão ao ano aos cofres públicos.

Em outubro de 2018, o então presidente Rafa Zimbaldi (PL) pediu uma avaliação da Controladoria da Câmara após o TCE-SP (Tribunal de Contas de São Paulo) apontar pagamentos irregulares nos chamados supersalários.

Entre as inconsistências foram verificadas as concessões de promoções e benefícios indevidos. Algumas das mudanças de cargos foram feitas num concurso interno de 2004.

Com a revogação das portarias assinadas pelo atual presidente Marcos Bernadelli (PSDB), os funcionários voltam para os cargos de origem e os benefícios, reduzindo os salários. Há casos em que a diminuição chegará a quase 50% do valor pago.

De acordo com a Câmara de Vereadores, esses servidores não terão de devolver os valores pagos porque não houve má-fé.

A revogação das portarias foi publicada no Diário Oficial de ontem (20/06).

Rose Guglielminetti

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

1 comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Mais Categorias