Câmara Federal

Câmara dos Deputados autoriza a instalação da CPI do BNDES

Marcos Andrade
Escrito por Marcos Andrade

A Câmara dos Deputados autorizou a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES), proposta pelo deputado federal Vanderlei Macris (PSDB-SP). A autorização do requerimento foi publicada pelo presidente da Casa, Rodrigo Maia, no dia 21 de fevereiro. A CPI terá 120 dias para realizar os trabalhos e vai se debruçar na investigação dos contratos firmados na gestão petista entre 2003 e 2015. Os acordos internacionais, com Cuba, República Dominicana, Gana, Angola, Equador e Venezuela, devem receber atenção especial.

Segundo Macris, “a caixa-preta do BNDES será aberta”: “A investigação atende o clamor da população por transparência com o dinheiro público do país. Esse é o nosso papel. Através da nossa representação legislativa, oferecer ao povo brasileiro um acesso a uma mais do que aguardada prestação de contas dos bilhões de reais destinados em empréstimos secretos a outros países pelo BNDES, tudo isso enquanto o Brasil precisava de investimentos em educação, saúde e tantas áreas”.

Ainda segundo o deputado, a comissão é o único caminho para apurar detalhes das transações internacionais antes do ano de 2027: “Todos os documentos sobre essas transações foram classificados como secretos e só poderiam ser examinados daqui há 8 anos. Por quê estabelecer sigilo a esses contratos? Por tanto, a única possibilidade de acesso às informações é via CPI”. Macris ainda ressalta que muitas das empresas beneficiadas pelo BNDES nos acordos internacionais são investigadas na Operação Lava Jato.  

Os líderes partidários vão indicar os membros da comissão para que ela seja instalada e os trabalhos iniciados.

Sobre o autor

Marcos Andrade

Marcos Andrade

Marcos Andrade é formado em jornalismo pela Unesp e pós graduado em Gestão da Comunicação em Mídias Digitais pelo Senac. Com passagens pelas rádios Band News FM e Bandeirantes de Campinas, é produtor do programa Bastidores do Poder da Band Campinas desde 2016.

Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.