Início » Câmara quer dobrar multa a pichações racistas

Câmara quer dobrar multa a pichações racistas

As pichações com teor racista poderão ser punidas com multa dobrada, segundo prevê projeto de autoria do vereador Luiz Rossini (PV), que será votado na sessão de hoje (11/02) da Câmara de Campinas. Atualmente, o crime de pichação de patrimônio – público ou privado – prevê multa de R$ 2,6 mil. 

O projeto prevê que além de pichações racistas, serão punidas em dobro as inscrições que contiverem mensagens de teor sexista, xenófobo, injurioso, difamatório ou que exponham preconceito sexual ou religioso.

Também será votado hoje, projeto dos vereadores Marcos Bernardelli (PSDB) e Filipe Marchesi (PR) – que altera a lei que regulamenta a atividade de aplicativos de transporte na cidade. A nova proposta deixa como critério usado para estabelecer a idade do veículo, o ano do modelo e não mais o de fabricação.

Rose Guglielminetti

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

3 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Pode dobrar e até triplicar: quem paga a multa? Até onde sei, as pichações seguem rigorosamente impunes, sem que os autores sejam identificados e, se forem, não pagam multa, não são presos e muito menos expostos à execração pública, que é o que deveria acontecer. Os caras precisariam ser obrigados a limpar as pichações na frente de todos, com carro de som e chibatadas.

Mais Categorias