Início » Campinas poderá flexibilizar a quarentena e reabrir comércio

Campinas poderá flexibilizar a quarentena e reabrir comércio

O governo de São Paulo autorizou nesta quarta-feira (27/05) Campinas a flexibilizar a quarentena e retomar algumas atividades com controle a partir da próxima segunda-feira (1º de junho). Serão liberados funcionamento de imobiliárias, escritórios, concessionárias, comércio e shoppings – todos com restrições.

Permanece proibida a volta às atividades: bares e restaurantes, salões de beleza, academias, teatro e cinema, eventos (esportivos, culturais e religiosos). Estas atividades foram classificadas no plano do governo como necessidade de controle rígido.

Indústria e construção civil seguem em funcionamento.

Educação ficou de fora deste plano e deve ser anunciada a decisão nos próximos dias.

A mudança de fase será feita após um período de 14 dias.

Haverá restrições de horário e de funcionamento do comércio.

Decreto

O prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB), deverá fazer um decreto autorizando a volta das atividades levando com base na redução sustentada dos casos de covid-19, isolamento social mínimo de 55%, redução de mortes e da ocupação de leitos de retaguarda e UTI para pacientes, com a doença número de mortes. Além disso, será necessário adesão ao protocola de testagem da covid-19 em massa e prefeitura deverá apresentar critérios fundamentados cientificamente para fazer a flexibilização.

Outras cidades

Também poderão flexibilizar o comércio as regiões de Sorocaba, Piracicaba, Bragança e Circuito das Águas.

Sem flexibilização

Grande São Paulo e Baixada Santista, por exemplo, vão continuar sem retomada das atividades econômicas.

As fases

O governo fez um plano com cinco fases até a retomada total das atividades econômicas. Elas são identificadas com as cores vermelha, laranja, amarela, verde e azul. Sendo que as cidades que estiverem classificadas a partir da fase dois poderão promover a volta às atividades.

Na primeira fase (de alerta máximo/cor vermelha), apenas os serviços essenciais são liberados.

Na fase 2 (controle/cor laranja), há algumas liberações, mas com controle. Na fase 3 (flexibilização/amarela), amplia o número de atividades liberadas.

Na quarta fase (abertura parcial/verde), ocorrerá quando a curva da covid-19 já estiver caindo e, com isso, terá um número menor de restrições.

E na última fase (cor azul) vai ser aplicada quando o Estado tiver o controle da doença nas 645 cidades, haverá a liberação de todas as atividades econômicas.

Se houver um aumento de casos, as cidades poderão recuar das fases que têm 15 dias entre um período e outro.

Rose Guglielminetti

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

3 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Um decreto pode reabrir a Economia do dia para a noite , afinal papel aceita tudo e tem força.
    Só que não se extingue um vírus mortal com uma canetada.

    Uma pena que o povinho não cumpriu a quarentena como deveria. Perdemos a chance de recomeçar em condições animadoras , sendo o que se vê é um aumento constante dos casos. Uma pena mesmo.

    Infelizes daqueles que forem bater à porta de um hospital daqui para frente.

    FORAAAAA JONAS !!!

  • Rose, bom dia – acompanhei pelo blog a abertura, minha discordância, trata se de limitação de idade para maiores de 60 anos trabalhar, quem não é aposentado como vai se sustentar e sustentar a família, favor peguntar para nosso digníssimo prefeito, qual é o protocolo para essas pessoas retirar o salario que a prefeitura deve pagar, pois ficando em casa, não vão ter renda.

Mais Categorias