Início » Campinas reduz leitos de UTI para pacientes com covid-19; taxa de ocupação é de 64,62%

Campinas reduz leitos de UTI para pacientes com covid-19; taxa de ocupação é de 64,62%

Campinas atinge nesta terça-feira (29/090 64,62% de taxa de ocupação dos leitos de UTI para pacientes covid-19, sendo que 277 leitos nas redes pública e particular, 179 estão ocupados. Há 98 leitos livres somando as redes pública e particular. Ontem, a cidade tinha 111 leitos, 13 a menos.

De acordo com a Prefeitura de Campinas, 10 desses leitos voltaram a ser UTI da Unidade de Cirurgia ambulatarial no Hospital Ouro Verde. Ou seja, não serão mais separados para pacientes com coronavírus.

Com isso, os hospitais da prefeitura têm 41 leitos separados para covid-19. Dos 121 leitos, 80 têm pessoas internadas, o que equivale a 66,11%.

Já no SUS Estadual, que reúne o AME (Ambulatório Médico de Especialidades) e o HC da Unicamp, dos 63 leitos, 33 estão ocupados, o que corresponde a 52,38%. Há 30 leitos vagos.

Na rede privada, dos 93 leitos, 66 estão ocupados, o que equivale a 70,97%. Há 27 leitos livres.

Rose Guglielminetti

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

Adicionar comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Mais Categorias