Início » Campinas sanciona lei que multa em R$ 18,9 mil organizadores de festas clandestinas na pandemia

Campinas sanciona lei que multa em R$ 18,9 mil organizadores de festas clandestinas na pandemia

O prefeito Dário Saadi (Republicanos) sancionou nesta segunda-feira (17/05) a lei que multa em R$ 18,9 mil os organizadores de festas clandestinas ou o proprietário dos imóveis onde forem realizados esses eventos irregulares. Além disso, os participantes das baladas também serão multados em R$ 1,3 mil cada um. O objetivo é tentar reduzir festas como a encerrada pela GM (Guarda Municipal), no último sábado (15/05), no Parque Itajaí, com 200 pessoas.

A proposta é de autoria da vereadora Débora Palermo (PSC) e foi aprovada por último dia 20 de abril com votos favoráveis de 26 parlamentares.

A lei vai vigorar durante a pandemia. É considerado irregular qualquer festa que não tiver alvará da Prefeitura de Campinas.

A lei estabelece ainda que o infrator que não pagar a multa, terá o nome inscrito na dívida ativa e sofrerá execução fiscal.

A verba será destinada ao Fundo Municipal de Saúde.

Casos

De acordo com a Saúde, Campinas tinha registrado até a última sexta-feira (14/05), 3.187 mortes e  97.126 moradores infectados pelo coronavírus.

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.