Aqui política se discute.
Início » Carnaval deve movimentar R$ 6,7 milhões em Campinas

Carnaval deve movimentar R$ 6,7 milhões em Campinas

De acordo com a Associação Comercial e Industrial de Campinas (ACIC), a movimentação financeira será pequena entre os dias 2 e 5 de março, período do Carnaval 2019, representando 0,4% das vendas do varejo no mês. Mesmo assim, é previsto um aumento de 13,5% em relação à festa do ano passado. Descontando o índice de inflação de 4,0%, o crescimento real deve ser de 9,13%, refletindo a carga tributária que é imposta pelo governo, principalmente nas bebidas alcoólicas.

Consumo no Carnaval (Fonte: ACIC)
Produtos com maiores cargas tributárias (Fonte: ACIC)
Produtos com menores cargas tributárias (Fonte: ACIC)
Outros artigos (Avaliação Associação Comercial de São Paulo/Impostômetro)
Marcos Andrade

Marcos Andrade

Marcos Andrade é formado em jornalismo pela Unesp e pós graduado em Gestão da Comunicação em Mídias Digitais pelo Senac. Com passagens pelas rádios Band News FM e Bandeirantes de Campinas, é produtor do programa Bastidores do Poder da Band Campinas desde 2016.

Adicionar comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Rose Guglielminetti

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

Marcos Andrade

Marcos Andrade

Marcos Andrade é formado em jornalismo pela Unesp e pós graduado em Gestão da Comunicação em Mídias Digitais pelo Senac. Com passagens pelas rádios Band News FM e Bandeirantes de Campinas, é produtor do programa Bastidores do Poder da Band Campinas desde 2016.

Zezé de Lima

Zezé de Lima

Jornalista que começou no Diário do Povo, quando a sede era na César Bierrembach, e com histórias no Jornal de Domingo e Correio Popular. Na última década, já fiz de tudo na Band Campinas. Hoje posso fazer só o que gosto.

Mais Categorias