Início » Ceasa investiga sumiço de R$ 800 mil do caixa e pagamento ilegal de R$ 200 mil de sucumbência

Ceasa investiga sumiço de R$ 800 mil do caixa e pagamento ilegal de R$ 200 mil de sucumbência

A Ceasa (Centrais de Abastecimento de Campinas), responsável pela gestão dos mercados de flores e de produtos hortifrutigranjeiros, investiga o sumiço de R$ 800 mil da empresa e o pagamento adiantado de cerca de R$ 200 mil de sucumbência (horonários advocatícios) pela empresa a um grupo de advogados em processo que ainda está tramitando.

Apesar de o processo correr em sigilo, a informação é de que os R$ 800 mil teriam saído do caixa da Ceasa e teriam sido comprados bitcoin – moeda digital, utilizada para comprar e vender produtos e serviços pela internet. Após a denúncia do sumiço da verba, uma sindicância foi aberta em novembro de 2019 e tem sido prorrogada sistematicamente sem nenhum resultado. Um BO (Boletim de Ocorrência) foi feito na polícia que investiga o caso.

Já quanto ao pagamento antecipado de sucumbência, o blog teve acesso aos memorandos autorizando o pagamento dos valores em relação a processos como, por exemplo, a liberação da Ceasa recolher INSS de 5,8% relativos a terceiros em valores superiores a 20 salários mínimos. Ocorreu que o recebimento deste honorário só pode ocorrer após o fim do processo, já que é a parte perdedora no processo que é obrigada a arcar com os os honorários do advogado da parte vencedora.

No memorando, o advogado Daniel Freire Santini, que foi o responsável pela divisão da verba entre os advogados, escreveu que “registre-se o compromisso de devolução do valor no caso de reversão de insucesso”.

Outro lado

O presidente da Ceasa, Valter Greve, ressaltou que ambos os casos ocorreram antes de sua gestão. Ele, porém, disse que não comentaria porque as duas denúncias estão sendo investigadas sob sigilo.

Daniel Santini não foi localizado para comentar o assunto.

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

7 comentários

  • Justo em bitocoin, cuja blindagem ao anonimato é característica da moeda virtual, usada até como pagamento de resgate em crimes cibernéticos.
    São detalhes que remetem a ideia de fraude.

  • Um ano e a sindicância não apurou nada.

    E a responsabilidade do Diretor Presidente e demais diretores?

    Tempo para esvaziarem o patrimônio e não serem atingidos por eventual indisponibilidade de bens….

  • Mais dois casos típicos de desvio de dinheiro público na administração direta e indireta da prefeitura de Campinas, gestão Jonas. Sindicância aberta em 2019, e da maneira que o atual presidente da CEASA fala, parece que o ocorrido foi a 30 anos atrás.
    Perguntas:
    – Sindicância aberta contra o presidente da CEASA da época e seus diretores?
    – Sindicância interna andando a passos de tartaruga? Neste caso, a administração publica não tem interesse em andar rápido, nada de novo.
    – O presidente da CEASA da época do ocorrido era indicação de quem (Padrinho)?
    – O presidente atual da CEASA é indicação de quem (Padrinho)?
    – O advogado foi encontrado? Não.
    – O advogado foi indicado por quem (Padrinho)?
    – Os padrinhos estão na avenida Anchieta e na avenida Saudade?

  • se voces acham que o Dr Daniel aprontou muito na ceasa voces precisavam ver quando foi ouvidor a gente vivia no fio da navalha na ceasa ele cometeu Peculato na ouvidoria ele negociava informacoes era descarado vendia informacao para situacao e para oposicao o cara e mandrake da pesada 5

  • Esses acontecimentos, são assustadores, como podem permitir uma coisa dessas na Ceasa, que tem papel fundamental no abastecimento da sociedade.

    Os dois casos são alarmantes, mas o dos 800 mil reais é caso de policia e MP.

    Agora, adiantar sucumbencia para advogados contratados pela empresa pública, assalariados, ja ganham para este fim, como podem ainda tirar dinheito da Ceasa para adiantar algo que eles nem sabem se será de direito deles, esse caso é gritante .

    Onde os Diretores que assinaram isso estavam com a cabeça ?? Outra coisa, a Ceasa tem um Diretor Tecnico Operacional que é de indicação dos permissionarios, esse Diretor foi ouvido ? Se foi ouvido qual foi a opiniao dele no assunto ? Ele sabia desse adiantamento indevido ?

    Estamos sem chão, com esse acontecimento, ao meu ver criminoso que deve ir até ultimas consequências de punição.

    De quem esperavamos zelar por nós é quem nos surrupiou. TRISTEZA

  • Quando abrirem a caixa preta das autarquias muita coisa vai aparecer. Longe dos holofotes da prefeitura essa galera deita e rola. Na gestão passada na Ceasa criaram gerências e mais gerências. Pra se ter uma ideia, no departamento de comunicação eram 4 pessoas sendo dois gerentes. A recepção tinha 3 pessoas e por aí vai. Tudo pago com o bom e velho dinheiro público. Precisou a justiça intervir para diminuir a farra.

  • rose acho bacana seu site ,mas vc poderia cobrar do governo jonas as respostas pra esse tipo de coisa. garanto se fosse no governo do helio ou do PT voces da band e da imprensa em geral não deixariam esse caso em banho maria. isto é falta de coerencia. fique com Deus obg

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.