BRASIL LAVA JATO

Centenas de pessoas vão às ruas em protesto pelo fim da Lava Jato

Rose Guglielminetti
Escrito por Rose Guglielminetti

Cerca de 2 mil pessoas – segundo o MBL (Movimento Brasil Livre) – protestaram ontem no Largo do Rosário, no Centro de Campinas, contra o fim da Operação Lava Jato, decretada na semana passada pelo STF (Superior Tribunal Federal). Por 6 votos a 5, os ministros decidiram que corrupção associada a caixa dois deve ser julgada pelos tribunais eleitorais. 

A manifestação foi organizada pelo MBL. De acordo com a Guarda Municipal, havia cerca de 400 pessoas. Não houve registro de confusão. O protesto começou às 10h e terminou por volta do meio-dia. Os manifestantes vestiram camisas amarelas, cantaram o hino nacional e exaltaram o nome de Sérgio Moro, ex-juiz da Lava Jato, atualmente Ministro da Justiça e Segurança Pública.

“Estamos esperançosos de que vamos conseguir reverter esse golpe e fazer com que os crimes de corrupção sejam julgados na Justiça Comum. Nos mobilizamos em pelo menos 50 cidades do Brasil, com apenas 3 dias para nos organizar. Se tivéssemos tido tempo, os protestos teriam sido maiores. Demos o recado de que estamos atentos e que vamos pressionar sempre que preciso”, disse Paulo Gaspar, coordenador do MBL em Campinas. 

Atos em defesa da Lava Jato e contra o STF aconteceram em todo o Brasil. No Rio de Janeiro, a manifestação foi na orla da praia de Copacabana. Uma faixa assinada pelo MBL dizia: “O STF é uma vergonha”. 

Em São Paulo, o ato aconteceu na avenida Paulista, em frente ao Masp (Museu de Arte Moderna de São Paulo). Um cartaz estampava: “Sérgio Moro, estamos com você”. 

Em Brasília, o protesto foi na praça dos Três Poderes, em frente ao Supremo. Faixas perguntavam: “Quem mandou matar a Lava Jato?”, em uma alusão à frase que tomou o país após o assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ), “Quem mandou matar Marielle?

Sobre o autor

Rose Guglielminetti

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.