Início » Deputados brigam durante sessão na Alesp

Deputados brigam durante sessão na Alesp

Os deputados da Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo) se envolveram em confusão na noite desta quarta-feira durante sessão. A briga entre os deputados começou quando o deputado Arthur do Val (sem partido), chamado de Mamãe Falei, atacou servidores e simpatizantes do PT, que estavam na galeria da Casa Legislativa.

Deputado Mamãe falei se envolve em confusão no plenário da Alesp

Mamãe Falei, que pertence ao MBL (Movimento Brasil Livre), disse que os servidores são um “bando de vagabundos” e que estavam na Alesp porque ganharam mortadela. Os funcionários vaiaram e deram as costas para o deputado. A sessão discutia a proposta da reforma da Previdência do estado de São Paulo.

Os deputados petistas protestaram contra a fala de Mamãe Falei e o presidente da Alesp, Cauê Macris (PSDB), pediu para que o deputado não usasse palavras de baixo calão contra as pessoas que estavam na galeria.

O parlamentar, no entanto, prosseguiu o discurso e insinuou que o líder do PT na Alesp, Teonilio Barba, teria recebido vantagens indevidas para apoiar o projeto de lei do governador João Doria (PSDB), o “IncentivAuto”, que deu benefícios fiscais para fabricantes de veículos. 

O caldo entornou e Barba partiu em direção à tribuna. Chegou a preparar um soco, mas foi contido pelo colega de partido, Ênio Tatto (PT). O deputado Mamãe Falei se preparou para a briga e chegou a cerrar os punhos. Porém, uma confusão generalizada se formou com empurrões entre os deputados.  

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

2 comentários

  • Deputados do PT discursaram e chegara a afirmar que a dep. Janaína Paschoal tá no colo do governador, quanto a isso tudo ok! Sindicalista gritando que Arthur ia morrer e chamando ele de @$#! tudo ok! Agora quando ele chama sindicalista de vagabundo, porque naquela hora trabalhador que tá empregado tá trabalhando e não ali no plenário da Alesp fazendo algazarra, ai a turminha do PT se enfeza e parte pro pau….

    Convém lembrar que logo no começo da gestão Arthur “causou” na Alesp quando impediu que, na surdina, o presidente da Alesp colocasse em votação um projeto que mudava o termo de gratificações (que bate no teto de salário do governador) para verba indenizatória (que não bate no teto) dos Fiscais de Renda do Estado. Detalhe: 24% dos Fiscais de Renda do Estado fizeram doações eleitorais na última campanha.

    Arthur foi a tribuna dizendo o nome de alguns deputados, inclusive o do presidente da Alesp – que recebeu R$ 92 mil, que tinham recebido doação de Fiscais de Renda pra campanha eleitoral e que com a aprovação daquele projeto os deputados estariam “pagando” a doação com dinheiro público….

    Constrangido por ser pego com a botija na boca, o presidente da Alesp acabou retirando o projeto de pauta.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.