Aqui política se discute.
Início » Deputados do PSDB da região de Campinas falam em refundar o partido e guinada à direita

Deputados do PSDB da região de Campinas falam em refundar o partido e guinada à direita

Dono de quatro mandatos na Câmara Federal e figura tradicional do tucanato paulista, o deputado federal Vanderlei Macris disse ontem que o PSDB precisa ser refundado. Em entrevista ao programa “Bastidores do Poder”, da TV Band Campinas, ele defendeu que o partido deve se fundir a outras legendas de perfil mais à direita e cogitou até mesmo, que deveria mudar de nome.

Macris disse ainda, que o governador eleito de São Paulo, João Doria é quem deve indicar os novos rumos do partido.“Quem tem voz é quem tem voto”, disse ele. “É claro que tem cacife, quem ganha eleição”, acrescentou.

Doria foi eleito em São Paulo com 51,77% dos votos, enquanto que o atual presidente do partido, o ex-governador Geraldo Alckmin, foi apenas o quarto colocado no 1º turno das eleições presidenciais, com menos de 5% do votos.

“É claro que Doria passa a ser uma força quase predominante no PSDB. Não dá para desconsiderar a força dele, que vai dar o tom, sim, desse processo”, afirmou.

Ele admite até mesmo rediscutir o nome do PSDB. “A própria sigla deve ser colocada na mesa, numa discussão ampla com outras forças políticas, que poderão construir um alinhamento político social democrata, mais à direta”, defendeu.
Macris diz que todos esses temas deverão ser discutidos no congresso partidário que a agremiação deverá realizar em janeiro. “As eleições deixaram um recado claro da população. O eleitor disse para o PSDB. Para por aí, porque o que você está fazendo não está certo”, afirmou.

Sampaio
O deputado federal Carlos Sampaio disse concordar com o colega sobre a refundação e também avalia que o resultado das eleições de outubro vai redesenhar o quadro de forças do partido.
“O Doria se transformou num das grandes lideranças. É uma referência não só no partido, mas no país”, disse ele.
Durante a campanha, Doria se aproximou o quanto pode de Jair Bolsonaro (PSL), mas segundo Sampaio, isso não significa que o PSDB vai ocupar cargo no governo. “Doria alinhou-se ao sentimento da nação (ao se ligar a Bolsonaro) e agora cabe a nós ajudar o governo a ajudar o país”, disse.
Sampaio diz que independentemente de fusão ou mudança de nome, o PSDB precisa “reinventar-se”. “Precisa voltar a saber aferir o sentimento da nação”.
A direção nacional do PSDB não comentou as declarações de Macris.

Texto: Tote Nunes

Rose Guglielminetti

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

3 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • O bom senso demandaria mesmo que alterassem a sigla partidária. Já há muito tempo se afastaram da social democracia, e se vier ainda mais uma guinada à direita a incoerência prevalecerá.
    Quanto a conferir voz a quem tem votos, penso se tratar de um estímulo ao populismo.
    É um rompimento tácito com compromissos ideológicos. Vira um perfeito “centrão”.
    Logo convidam o Tiririca com suas votações recordes.

    • Perfeito. O PSDB de Mário Covas, Franco Montoro e Magalhães Teixeira nunca aceitaria um político tradicional, arrogante e traidor como J. Dollar Surubeiro. O partido era ético. Os dois ouvidos sempre foram à favor de estar ao lado do poder. Estiveram ao lado de Cunha. Só isso já diz quem são.

  • Concordo plenamente com o deputado federal Vanderlei Macris. Sou eleitor do partido e estou decepcionado com as velhas lideranças. Principalmente com suas posições de apoio ao PT, um partido que sempre inventou mentiras sobre o PSDB e seus quadros principais. Vamos apoiar o Doria que é uma nova liderança e tem no momento apoio da maioria da população do estado de São Paulo. Sua vitória só não foi muito maior, porque os eleitores da cidade de São Paulo, estavam “bravos” por ele ter deixado a prefeitura, mas isso passa. Sua grande votação nas cidades do interior dão a ele o status de novo lider do PSDB.

Rose Guglielminetti

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

Marcos Andrade

Marcos Andrade

Marcos Andrade é formado em jornalismo pela Unesp e pós graduado em Gestão da Comunicação em Mídias Digitais pelo Senac. Com passagens pelas rádios Band News FM e Bandeirantes de Campinas, é produtor do programa Bastidores do Poder da Band Campinas desde 2016.

Zezé de Lima

Zezé de Lima

Jornalista que começou no Diário do Povo, quando a sede era na César Bierrembach, e com histórias no Jornal de Domingo e Correio Popular. Na última década, já fiz de tudo na Band Campinas. Hoje posso fazer só o que gosto.

Mais Categorias