Início » Dérbi terá veto a vendedores ambulantes e aglomeração no entorno dos clubes

Dérbi terá veto a vendedores ambulantes e aglomeração no entorno dos clubes

A Prefeitura de Campinas proibiu vendedores ambulantes e aglomeração de torcida nos entornos dos estádios do Guarani e da Ponte Preta no dérbi 197, marcado para as 21h30 desta terça-feira (5/10). O decreto também impõe portões fechados no jogo, mesma medida tomada em março, quando a disputa entre os dois times foi feita sem torcida.

Segundo o prefeito Jonas Donizette (PSB), além do veto aos vendedores ambulantes e aglomerações de torcida num raio de 300 metros do entorno dos dois estádios, equipamentos de som ou aparelhos audiovisuais do lado de fora dos estádios também estão proibidos.

Jonas disse que as medidas são para evitar a disseminação do coronavírus. O decreto será publicado na terça e é por um pedido da Polícia Militar, além de ter fiscalização da Guarda Municipal. Campinas tem hoje 1.248 mortes e 33.783 casos suspeitos da doença.

O secretário de Saúde, Carmino de Souza, disse hoje que proibiu a entrada de pessoas em março porque a cidade tinha registrado o primeiro caso de transmissão comunitária na cidade – quando não se pode identificar a origem da contaminação e o mostra que o mostra já circula entre as pessoas.

“Não foi muito compreendida, mas tenho certeza que acertamos. E isso (a situação) se mantém até hoje”, afirmou Carmino.

Rose Guglielminetti

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

Adicionar comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Mais Categorias