EDUCAÇÃO ELEIÇÕES 2018

Docente da Unicamp pede desculpas após ironizar Bolsonaro

A professora Taisa Helena Pascale Palhares, do IFCH (Instituto de Filosofia e Ciência Humanas) da Unicamp se retratou pelas redes sociais após ter ironizado o atentado ao candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL), que foi esfaqueado durante campanha em Minas Gerais.

A professora escreveu que “é totalmente contra a violência, mas faltou acabar o serviço”, referindo-se ao fato do candidato ter sobrevivido.

Depois da polêmica, ela se retratou: “fui infeliz ao utilizar um tom irônico para falar de um fato de enorme gravidade. Infelizmente a frase foi compreendida como incitação ao crime devido ao triste momento de polarização política que vivemos no Brasil. Como toda cidadã e cidadão brasileiros, eu espero que a eleição seja decidida nas urnas, e não com apelo à violência”.
Em nota, a Unicamp repudiou a atitude e disse que “vai tomar as devidas providências”

Sobre o autor

Rose Guglielminetti

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

Atenção

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da autora do blog. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. A autora poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Comentários

Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.