Início » Eleitores barram caciques da política regional

2 min readEleitores barram caciques da política regional


As eleições de 2018 vão representar o fim de um ciclo para alguns dos políticos mais tradicionais da região de Campinas. Foram barrados na eleição realizada no domingo, políticos que vinham de seguidos mandatos e que até então, se elegiam como por inércia.

O caso mais evidente é o da deputada estadual, Célia Leão (PSDB), que foi eleita pela primeira vez para a Assembleia Legislativa de São Paulo em 1990 e desde então, vinha sendo reeleita, sempre com votações expressivas.

Foi eleita em 2002, por exemplo, com quase 110 mil votos ou reeleita em 2007 com quase 125 mil. Desta vez, ficou de fora, ao conseguir cerca de 49 mil.
O deputado Davi Zaia (PPS), por sua vez, vinha de três mandatos consecutivos e também foi rejeitado pelo eleitor ao conseguir 41.629 votos. Também com três mandatos, Feliciano Nahimy Filho (PRP) também ficou de fora. O mesmo aconteceu com políticos experientes como Chico Sardelli (PV) e Antonio Mentor (PT), de Americana. Candidato do prefeito Jonas Donizette (PSB), Luiz Lauro Filho foi em busca da reeleição na Câmara Federal, mas fracassou.

Outro barrado foi o ex-deputado Guilherme Campos (PSD), que não conseguiu voltar ao Congresso.

A eleição, porém, manteve algumas figuras conhecidas da política regional, como o deputado Carlos Sampaio (PSDB), reeleito para o quarto mandato ao conquistar 125.666 votos.

Os pastores Paulo Freire (PR) e Roberto Alves (PRB) também foram reeleitos, assim como Vanderlei Macris (PSDB).
A única novidade da região na Câmara Federal foi a eleição do empresário campineiro Alexis Fonteyne (Novo). Ele obteve 45.298 votos e conseguiu uma vaga.

Estadual
Caras novas de Campinas e região vão assumir uma cadeira na Assembleia Legislativa de São Paulo a partir do ano que vem: Adriana Borgo (Pros), Valéria Bolsonaro (PSL), Rafa Zimbaldi (PSB), Bruno Ganem (Podemos), Dirceu Dalben (PR) e Kim Kataguiri (DEM).
Eles vão se juntar a velhos conhecidos do eleitor, como, Cauê Macris (PSDB), Edmir Chedid (DEM) e Rogério Nogueira (DEM).
Dos seis vereadores candidatos, apenas Rafa Zimbaldi passou. Pedro Tourinho (PT), Cidão Santos (Pros), Mariana Conti (Psol), Campos Filho (DEM) e Luiz Carlos Rossini (PV) não foram eleitos. Destes, Rossini tentava vaga na Câmara Federal.

Rose Guglielminetti

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

1 comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Acrescento que Ana Perugini (PT), de Hortolândia, que já passou pela Assembleia Legislativa e atualmente é Deputada Federal, também não conseguiu se reeleger para a Câmara.

Mais Categorias