Aqui política se discute.
Início » Empresariado reage e quer a revisão do IPTU

2 min readEmpresariado reage e quer a revisão do IPTU

As principais lideranças do setor imobiliário, indústria e comércio de Campinas iniciaram ontem um movimento pela revisão do reajuste do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) que entrou em vigor em janeiro deste ano.

Formado por representantes de entidades como Ciesp, Habicamp, Secovi,  Creci e de empresas imobiliárias, o grupo quer a revisão do índice de 30% de reajuste aplicado para este ano e a suspensão dos reajustes de 10% programados para ocorrer em 2019 e em 2020. Pelo menos 210 mil imóveis tiveram reajuste no tributo.

O diretor do Creci, Márcio Barbado, disse ter havido erros na metodologia utilizada para a definição da alíquota. O presidente da Rede Imobiliária Campinas, Mario Uchoa, diz que esses erros produziram grandes distorções. O diretor do Secovi, Marcelo Coluccini, afirmou que as entidades até foram ouvidas, mas a prefeitura ignorou as sugestões feitas.

O presidente da Habicamp, Francisco Oliveira Lima Filho, disse que o setor produtivo foi atingido com “uma facada no peito”  pela política tributária adotada pelo prefeito Jonas Donizette (PSB). Ele pediu a revogação dos reajustes nos anos de 2019 e 2020 e parcelamento dos débitos deste ano.

Outro lado

A prefeitura se pronunciou por meio de nota. Disse que a PGV (Planta Genérica de Valores) “foi construída a partir de um trabalho técnico e de forma transparente”. Diz ainda que “a elaboração do projeto de lei contou com a participação de entidades da sociedade civil nas 12 reuniões realizadas pela comissão.”

Para a prefeitura, o processo de aprovação no Legislativo seguiu todos os trâmites legais. “Um ponto que demonstra que a PGV cumpre os requisitos legais e não apresenta vícios é que as ações impetradas na Justiça não prosperaram. Os pedidos de revisão/impugnação do imposto também ficaram abaixo do previsto. Dos mais de 460 mil carnês emitidos, a Secretaria de Finanças recebeu 1.349 questionamentos”, argumenta. A Administração alega ainda, que a inadimplência tem se mantido no patamar dos anos anteriores. Sobre a possibilidade de revisão do reajuste deste ano, a Administração disse que seria um ato ilegal, pois caracterizaria renúncia de receita. Com relação à revisão do reajuste previsto para 2019, diz que o tema ainda não está em estudo. Argumentou também que mais de 200 mil imóveis tiveram isenção, redução no valor do imposto ou estão pagando o mesmo valor de 2017.

Rose Guglielminetti

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

1 comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • A população de Campinas precisa marcar bem o nome dos 25 vereadores ( ou despachantes do Jonas) que votaram a favor dessa assalto no IPTU e nunca mais votar nessas tranqueiras.
    Onde estavam esses senhores durante a audiência de ontem, que mostrou claramente que o processo de aumento foi feito nas coxas, de afogadilho e por ordem do radialista, que em troca garante empregos de comissionados para os amigos de seus despachantes , que nada fiscalizam na Câmara e só dizem amém a tudo que vem do 4º andar.

    FORAAAAA JONAS !!

Rose Guglielminetti

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

Marcos Andrade

Marcos Andrade

Marcos Andrade é formado em jornalismo pela Unesp e pós graduado em Gestão da Comunicação em Mídias Digitais pelo Senac. Com passagens pelas rádios Band News FM e Bandeirantes de Campinas, é produtor do programa Bastidores do Poder da Band Campinas desde 2016.

Zezé de Lima

Zezé de Lima

Jornalista que começou no Diário do Povo, quando a sede era na César Bierrembach, e com histórias no Jornal de Domingo e Correio Popular. Na última década, já fiz de tudo na Band Campinas. Hoje posso fazer só o que gosto.

Mais Categorias