Aqui política se discute.
Início » Governo Jonas é vaiado no concerto de aniversário de Campinas

Governo Jonas é vaiado no concerto de aniversário de Campinas

Uma vaia contra a Administração Jonas Donizette (PSB) acabou ganhando espaço ontem durante o concerto da Orquestra Sinfônica Municipal com a presença do cantor Zeca Baleiro na Concha Acústica ontem (14/07) na Lagoa do Taquaral. A vaia começou quando o maestro Victor Hugo Toro agradeceu a prefeitura. A vaia foi cortada pelo próprio maestro que disse: “Assim não. Se forem fazer isso, façam porque tocamos mal”. E fez se silêncio. Assistiram o espetáculo a primeira-dama Sandra Ciocci e o prefeito em exercício, Henrique Magalhães Teixeira.

Lula Livre

Outra ato que chamou a atenção – de poucos – foi uma mulher vestida com uma camiseta do Lula Livre. Ela gritou três vezes, mas não conseguiu nenhum apoio. Ninguém repetiu a sua fala ou aplaudio. Sem apoio, ela decidiu ficar na dela.

O concerto reuniu cerca de 10 mil pessoas.

Rose Guglielminetti

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

7 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • O maestro queria o que ? Aplausos para um prefeitinho julgado e condenado por improbidade administrativa? Ora bolas, vá dormir !

    FORAAAAAA JONAS !!!

    • O maestro queria o que a imensa maioria ali queria.
      Usar solo público que mantém limpo, vistoriado, recuperado pela prefeitura, e levar à população música.
      Paz à alma. Zeca Balero e OSMC juntos.
      Aposto que o maestro não queria falta de classe, vaias políticas- válidas, claro, embora não fosse um evento político – não queria aposto ainda ver mães, moças, jovens, idosos, saírem de evento tão marcante no espírito com o ruído inoportuno e besta de vaias.
      Depois de passar mais de hora ouvindo o que ouviram, vaia aos vaiadores.

          • Olá, Paulo Cxa.

            Tudo bem?

            Você tem mesmo total razão em sua indireta bem direta : não tenho mesmo a menor educação, a menor classe ou o menor respeito para com um prefeito ladrão , julgado e cassado por improbidade administrativa. E ele é pusilânime também , pois não deu as caras no concerto, certo?

            O maestro não deveria ter cutucado a onça com vara curta ao elogiar a prefeitura, dado o grande publico. Ou ele achou mesmo que todos os 9.600 presentes eram jonistas e puxa sacos ?

            E você sabe quanto custou esse show com a orquestra de Campinas e Zeca Baleiro ? Mais de 200 mil reais…..acho que sem incluir grupo geradores, banheiros químicos e corporações interrompendo rondas na cidade para proporcionar segurança na Lagoa..

            Saudações e FORAAAA JONAS !!!

  • Pusilânime foi quem abandonou a Cocha Acústica, Izalene do PT, Frncisco Amaral acho que com o PPS ou algo assim com Maluf, pusilânimes foram Hélio e Rosely do PDT, Pedro Serafim e Demétrio, também do PDT e do PT.
    Que eu saiba, por que frequento, apenas e tão somente por isso, foi a administração Jonas que reformou e fez andar não só a Concha, onde vais foram ouvidas, assim como música maravilhosa com dinheiro público bem destinado, penso, mas a Lagoa e seu entorno.
    Com ou sem classe, educação, respeito, eu jamais vaiaria lá.
    E vaio quem vaiou. Não gostaria, nem vaiei, mas vaiaria…

Rose Guglielminetti

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

Marcos Andrade

Marcos Andrade

Marcos Andrade é formado em jornalismo pela Unesp e pós graduado em Gestão da Comunicação em Mídias Digitais pelo Senac. Com passagens pelas rádios Band News FM e Bandeirantes de Campinas, é produtor do programa Bastidores do Poder da Band Campinas desde 2016.

Zezé de Lima

Zezé de Lima

Jornalista que começou no Diário do Povo, quando a sede era na César Bierrembach, e com histórias no Jornal de Domingo e Correio Popular. Na última década, já fiz de tudo na Band Campinas. Hoje posso fazer só o que gosto.

Mais Categorias