BRASIL

Greve Geral tem bloqueios e 15 agências fechadas em Campinas

Rose Guglielminetti
Escrito por Rose Guglielminetti

Campinas sofreu o reflexos da Greve Geral contra a Reforma da Previdência com o bloqueio de rodovias que cortam a cidade e fechamento do acesso ao distrito de Barão Geraldo. Quinze agências bancárias estão com as portas fechadas. No período da manhã foram duas horas de manifestações

Nas primeiras horas da manhã ocorreu o primeiro ato, quando um grupo de manifestantes colocou uma barricada e ateou fogo bloqueando a Rodovia Anhanguera, próximo ao trevo da Bosch. Muita gente decidiu caminhar a pé para ir ao trabalho. Os manifestantes que atearam fogo fugiram quando os policiais chegaram ao local. As chamas foram controladas por volta das 7h e a rodovia foi liberada 15 minutos depois.

Em Barão Geraldo, os manifestantes fecharam a entrada pela Rodovia Zeferino Vaz, o Tapetão, por volta das 7h. Houve lentidão no trânsito na pista sentido Barão Geraldo e Paulínia, às 8h.

Bancos

As 15 agências bancárias fechadas em Campinas estão localizadas na região central da cidade.

Neste momento, já há manifestantes no Largo do Rosário, onde está marcado um ato às 17h.

Foto: Lucimeire Ramalho

Sobre o autor

Rose Guglielminetti

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.