Início » Igrejas e comércios terão de exibir documento de corresponsabilidade para reiniciar atividades

Igrejas e comércios terão de exibir documento de corresponsabilidade para reiniciar atividades

Os donos de comércios e pastores e padres de igrejas de Campinas terão de afixar em seus prédios comerciais e em suas igrejas uma Declaração de Estabelecimento Responsável em que assume o compromisso de seguir as regras determinadas pela Saúde para a volta às atividades a partir desta segunda-feira (1º de junho).

O documento, que será disponibilizado on-line no portal da Prefeitura, deverá ser impresso. A declaração pode ser obtida no portal https://covid-19.campinas.sp.gov.br/.

De acordo com a prefeitura, serão quatro fases no sistema, que une informação para o comerciante que deve concordar em cumprir todas as medidas de higiene e distanciamento social e assumir a responsabilidade, aceitando o termo de compromisso para ter acesso à declaração, que valerá a partir de 1º de junho.  

O prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB), destacou que a reabertura será controlada, parcial, restrita e com limitações que deverão ser seguidas pelos comerciantes autorizados a voltar a funcionar. “Quando o responsável pelo estabelecimento fizer o curso on-line e assinar o termo, ele assume o compromisso de seguir as regras”, explicou.

Declaração 

Para preencher a Declaração de Estabelecimento Responsável no portal da Prefeitura de Campinas, o comerciante faz uma espécie de “curso” que explica e orienta sobre as medidas de prevenção ao controle da pandemia da covid-19 e de proteção aos seus funcionários e clientes. 

O módulo 1 explica “Porque são tão importantes as Medidas de Prevenção”, alertando para necessidade da consciência sobre como a pessoa pode se contaminar ou transmitir a doença.

Já o módulo 2 detalha “Quais os cuidados comigo, com o funcionário e com o cliente do estabelecimento?”, como as regras de distanciamento social, proteção, higiene pessoal e higiene do local. 

O próximo passo é o detalhamento do Termo de Compromisso de Responsabilidade Social para controle da Pandemia da covid-19. Neste ponto, é preciso que o proprietário avalie estar ciente dos riscos de transmissão da doença e sobre as medidas que precisará garantir para abrir seu comércio mantendo o controle da circulação do novo coronavírus. 

Ao decidir abrir seu comércio e assinar o termo de responsabilidade, o proprietário pelo estabelecimento elenca a ciência e o compromisso de:

• Manter-se atualizado, por meio de em fontes confiáveis, sobre as formas de transmissão da Covid-19 e sobre as medidas de prevenção e proteção dos funcionários e clientes do meu estabelecimento.

• Afastar temporariamente funcionários que apresentarem os seguintes sintomas: febre, tosse, dor de garganta e/ou dificuldade em respirar e orientar que procure um serviço de saúde ou ligue no telefone 160.• Incentivar a manutenção do Distanciamento Social para trabalhadores do grupo de risco.

• Cumprir a obrigatoriedade do uso da máscara dentro do meu estabelecimento, por todos os funcionários e clientes, e fornecer a quantidade de máscaras em número suficiente para cada funcionário.

• Orientar e incentivar a prática da etiqueta respiratória por todos os funcionários do meu estabelecimento.

• Providenciar sabonete líquido, papel toalha e lixeira em todas as pias de lavagens das mãos para uso dos funcionários e clientes do meu estabelecimento.

• Providenciar álcool 70% em gel para uso dos clientes e dos trabalhadores em locais de fácil acesso do meu estabelecimento.

• Orientar os funcionários para evitar o uso compartilhado de objetos.

• Manter o ambiente de trabalho limpo e arejado, com portas e janelas abertas, sempre que for possível.

• Identificar objetos e superfícies mais frequentemente tocados, com maior risco de contaminação no ambiente de trabalho, e garantir a desinfecção.

• Providenciar em quantidade adequada os produtos de higienização e desinfecção das superfícies e ambiente de trabalho (álcool 70%, água sanitária, sabão e outros produtos escolhido para a desinfecção).

• Orientar o funcionário responsável pela limpeza para fazer a desinfecção de forma correta, bem como orientar as medidas de segurança para que ele não fique exposto a contaminação.

• Avaliar a capacidade máxima de clientes e funcionários dentro do ambiente de trabalho de forma a garantir a distância segura.

• Proibir aglomerações de pessoas e limitar o número de clientes em atendimento, fixando a permanência de no máximo duas pessoas por grupo familiar.

• Organizar filas e fazer a marcação no piso garantindo o distanciamento mínimo. 

Após concordar em cumprir todas as medidas, aceitando os termos no portal, o comerciante poderá preencher a Declaração de Estabelecimento Responsável, onde terá que constar o nome da empresa, o CNPJ, o nome do responsável legal pelo estabelecimento e seu CPF.

Rose Guglielminetti

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

Adicionar comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Mais Categorias