Jonas se defende; ataca e deixa lacunas em depoimento

Blog da Rose
Tote Nunes
Escrito por Tote Nunes

O prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB), negou ontem (7/01), em depoimento aos vereadores da CP (Comissão Processante), que tenha participado do esquema de corrupção no Hospital Ouro Verde apontado pelo MP (Ministério Público).

Negou também que tenha sido omisso ou negligente, na fiscalização do contrato assinado com a OS Vitale Saúde, que deveria atingir R$ 650 milhões em cinco anos.

Disse nunca ter cedido a pressões e garantiu ter tomado as medidas previstas em lei assim que as denúncias do MP apareceram.
No depoimento de quase duas horas, ontem de manhã, ele se defendeu, mas também atacou e deixou algumas lacunas.

Foi pouco esclarecedora, por exemplo, a resposta que deu a respeito da contratação de Maurício Rosa – apontado pelo delator Daniel Câmara, como o homem que iria articular um esquema alternativo de cobrança de propina entre as empresas terceirizadas que iriam atuar no Ouro Verde. Quando foi contratado, Rosa já havia respondido a processo por corrupção na Prefeitura de Osasco.

Jonas contou que Rosa foi uma indicação do seu secretário de Governo e sobrinho, Michel Abrão, mas garante que a escolha foi feita por meio de uma seleção de currículo. Disse ainda que ele foi sabatinado pelo secretário de Saúde, Carmino de Souza.

Ao ser questionado se o processo em Osasco já não seria suficiente para descartar a contratação, Jonas escapou e disse que foi ele quem criou a exigência de antecedentes criminais para o funcionalismo. Na quarta-feira, o secretário de relações institucionais, Wanderley de Almeida, havia dito que Rosa não era condenado pela Justiça.

Jonas também não explicou direito sobre a declaração de Carmino segundo a qual o MP alertou sobre os problemas de gestão no Ouro, A ser questionado disso pelo vereador Marcelo Silva (PSD) – que fez a acusação que resultou na CP – disse que já havia respondido,

Das 33 perguntas que Silva formulou, em 16 ele respondeu com a frase “já respondi”. Em entrevista coletiva ao final do depoimento, foi questionado sobre o assunto e novamente disse que já havia respondido.

Em vários momentos, Jonas desqualificou Marcelo Silva. “Ele está totalmente perdido, Sr presidente. As vezes dá até dó”, afirmou o prefeito. Em outro trecho dirigiu-se ao presidente da CP, Luiz Henrique Cirilo (PSDB) e concluiu. “Ele (Marcelo) não tem tamanho para debater comigo”, disse.

Foto/reprodução TV Câmara

Sobre o autor

Tote Nunes

Tote Nunes

Formado em jornalismo pela PUC-Campinas, trabalhou por dois períodos no Jornal Correio Popular e passou 11 anos na Agência Estado, do Grupo O Estado de São Paulo. Está no Metro Jornal Campinas desde agosto de 2015.

Atenção

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da autora do blog. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. A autora poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Comentários

  • Carlos Sampaio contrata em Paulínia José Edgard Raffi Kaysel pai da Juliana Kaysel esposa do vereador Marcelo Silva. Qual foi a moeda de troca? Muito provável que todos estão acomunados projetando-se para Prefeitura 2020, e tudo isso usando a máquina administrada pelo Prefeito Jonas que ainda tem que aguentar o pequeno Marcelo Silva na sua cola procurando pelo em ovo, tudo parte do plano de Carlão Sampaio que ainda ajuda amigos cedendo espaço sem licitar na Ceasa de Campinas como é o caso da distribuidora de bebidas Sul Mantiqueira que é financiadora da sua campanha, deve pensar Carlão, afinal as irregularidades vão sobrar para o Jonas mesmo, não bastasse isso Carlos Sampaio usa de seus contatos para acomodar as empresas laranjas de nada mais nada menos Geraldo Antônio Baraldi envolvido em grandiosas fraudes em licitações como do lixo em Paulínia é amigo íntimo e maior financiador da campanha de Carlos Sampaio o que adianta sair na foto ao lado do Juiz Sergio Moro querendo se fazer de paladino da justiça o que adianta sair ao lado dos parlamentares pedindo impeachment do PT se na realidade utiliza-se dos mesmos meios corruptos isso sem falar na propina da Petrobras em Paulínia essa fica para uma próxima

  • Ok. Jonas contrata todos seus irmaos, sobrinhos, cunhadas, cunhados e todos analfabetos de pai e mae e mais 1.300 amigos. E ninguem fala nada. É amigo de juninho. Moraram no Condominio Galeria ao lado do shopping Galeria , iam juntos nos jogos da ponte, eram seus vizinhos tambem…Aparecido pascoal e Eduardo Godoy ( Dudu). A Camara pertence a ele( Jonas) e todos ficam calados. Qual é?

  • Se Diogo, deixa de ser puxa saco de prefeito corrupto, o pior administrador que Campinas já teve em mais de 240 anos de história. Vc deve ser comissionado do radialista e está com medo de perder a boquinha. Aliás, até gente do PCV foi comissionado do radialista, que assim como o Lula nunca sabe de nada.

Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.