Início » Justiça Eleitoral mantém cassação de prefeito de Paulínia

2 min readJustiça Eleitoral mantém cassação de prefeito de Paulínia

O vai e vem continua em Paulínia. Na noite desta quarta-feira (12/11), o TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo) manteve  a cassação do diploma do prefeito de Paulínia, Edson Moura Junior (PMDB), sob acusação de fraude às eleições municipais de 2012. A decisão será publicada entre os dias 7 e 10 dias. A partir da publicação, o peemedebista terá três dias para recorrer da decisão. Como cabe recurso ele permanece no cargo. Caso seja cassado pelo TSE quem assume é José Pavan Júnior (PSB), que ficou em segundo lugar na eleição de 2012, deverá ser o substituto.

Moura Júnior assumiu o comando da cidade de Paulínia no último dia 16 de julho de 2013.

A decisão foi por 4 votos a dois. A avaliação é a que a substituição de Edson Moura (PMDB) – candidato-pai que estava impedido de participar por causa da Lei da Ficha Limpa – na véspera das eleições de 2012 – teve o objetivo de enganar o eleitor que teria votado no pai e elegeu o filho, Edson Moura Júnior.

Segundo a relatora,  a intenção de fraudar o pleito está comprovada porque o candidato-pai sabia que estava impedido de participar do pleito, mas “explorou seu prestígio político até o fim, quando fez a substituição pelo filho, pessoa desconhecida da população”.

Os juízes juízes Alberto Toron e Mário Devienne Ferraz, porém, votaram contrários por entender que não houve fraude, já que a legislação permite a substituição de candidatos na véspera do pleito.

O peemedebista foi eleito com 20.385 votos, 41,01% dos válidos em Paulínia. Pavan, que tentava a reeleição, obteve 17.393 votos, o que corresponde a 34,99%.

 A assessoria do prefeito informou que assim que ele for notificado irá recorrer da decisão.

 

Com Informações de Rafael Melo 

 

Rose Guglielminetti

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

Adicionar comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Os Romanos já diziam – Dura lex, sede lex.

    Quando um tribunal julga não conforme a lei vigente, mas como a lei deveria ser, nos deixa terrivelmente preocupado.
    Em uma democracia, espera-se que exista a separação clara entre os três poderes. Se a lei é ruim, injusta, etc, primeiro, cumpra-se a lei vigente, depois, aja para que esta lei seja atualizada, seguindo os preceitos da democracia.

  • se foi o povo que voto no edson moura junior entao respeitem a decisao do povo parem de ficar com esse entra e sai ou voces pensa que o povo e bobo parem com essa guerra politica e deixe o prefeito eleito pelo povo trabalhar ou faca uma nova eleicao voces estao manchando a cidade

Mais Categorias