Início » Justiça manda a Emdec exonerar antigos funcionários

Justiça manda a Emdec exonerar antigos funcionários

O juiz da 1ª Vara da Fazenda Pública de Campinas, Mauro Fukumoto, determinou que a Emdec – a empresa que disciplina o sistema de trânsito na cidade – exonere seis funcionários que teriam sido contratos irregularmente e que ainda permanecem no serviço público. Na ação civil pública, o juiz dá prazo de 30 dias para que a empresa municipal informe se os servidores foram ou não dispensados.

A decisão de Fukumoto é consequência de um processo iniciado ainda em 1997, que pedia a anulação da contratação, sem concurso, de 753 funcionários.

No despacho, o juiz lembra que deste contingente de trabalhadores, a grande maioria já não mais integra o quadro funcional da empresa, seja por demissão, aposentadoria ou falecimento. Outros, ainda, acabaram sendo aprovados por concurso e com isso, o conflito acabou inexistente.

Há, porém, um grupo de seis servidores que permaneceu na empresa. À época a Emdec informou que esses servidores ocupavam funções de gerenciamento, chefia e assessoramento.

Fukumoto diz no despacho que a Emdec deverá comprovar em 30 dias, a exoneração dos servidores, sob pena de multa no valor diário de R$ 1 mil.

A Emdec disse ontem, por meio de nota, que ainda não havia sido notificada da decisão do juiz Mauro Fukumoto.

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

Mais Categorias