Início » Justiça mantém veto a aumento de salário de vereador em Paulinia

Justiça mantém veto a aumento de salário de vereador em Paulinia

A 3ª Câmara de Direito Público do TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) acolheu o parecer da Procuradoria de Justiça e manteve o veto ao aumento nos salários dos vereadores de Paulínia.

No ano passado, os vereadores aprovaram projeto que reajustou os subsídios em 36,2%. O salários subiram de R$ 5,3 mil para para R$ 7,2 mil – valor que passaria a valer a partir deste ano. Para a Procuradoria, o aumento foi considerado abusivo. A decisão – divulgada ontem pelo TJ-SP – confirma decisão de primeira instância em ação civil pública ajuizada pela promotora Verônica Silva Oliveira.

A Câmara informou ontem que ainda não havia sido notificada sobre a decisão. A assessoria de imprensa da Casa informou, no entanto, que o salário reajustado foi pago apenas no mês de janeiro, já que em fevereiro saiu a primeira decisão judiciária contra o aumento. “De fevereiro para cá, o subsídio pago é o mesmo de antes do aumento”, diz a assessoria.

Texto: Tote Nunes 

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

Adicionar comentário

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.