Início » Leitos de UTI na rede municipal seguem esgotados e rede privada entra em alerta

1 min readLeitos de UTI na rede municipal seguem esgotados e rede privada entra em alerta

A situação dos leitos em Campinas segue critica na cidade. Nos hospitais Ouro Verde e Mário Gatti não há mais leitos de UTI exclusivos para pacientes com covid-19. No HC da Unicamp e no AME (Ambulatório Médio de Especialidades) são apenas sete leitos livres e na rede privada tem 30 leitos disponíveis.

Dos 343 leitos da rede pública e privada, 306 estão ocupados, o que corresponde a 89,21%.

A rede municipal tem 119 leitos e todos estão com pacientes internados. A rede estadual tem 72 leitos e 65 estão ocupados (90%).

Já a rede particular tem 153 leitos, sendo que 122 estão ocupados (80%). Na semana passada, a ocupação girava em torno de 75%.

A prefeitura segue com a ampliação dos leitos. Nesta semana, serão abertos 52 leitos – sendo 10 de UTI e restante de retaguarda.

Rose Guglielminetti

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

1 comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Gostaria de agradecer todos os envolvidos na administração do covid.
    Fecharam Campinas quando tínhamos 3 ou 4 contaminados, ” vamos achatar a curva ” , fechamos junto com São Paulo…Agora São Paulo já está melhorando e nos no interior na merda.

Mais Categorias