Início » Ministro do STF suspende nomeação de Ramagem na PF

1 min readMinistro do STF suspende nomeação de Ramagem na PF

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes determinou a suspensão da nomeação de Alexandre Ramagem para o cargo de diretor-geral da Polícia Federal. Ramagem é amigo dos filhos do presidente Jair Bolsonaro. Ele foi coordenador da segurança de Bolsonaro na campanha eleitoral de 2018. Sob Ramagem pesava a suspeita de que sob a sua gestão, o presidente poderia interferir na corporação.

A decisão de Moraes se deu em cima do pedido do PDT. “Verifico a probabilidade do direito alegado, pois, em tese, apresenta-se viável a ocorrência de desvio de finalidade do ato presidencial de nomeação do diretor da Polícia Federal, em inobservância aos princípios da impessoalidade, da moralidade e do interesse público”, escreveu o ministro em sua decisão. Moraes ressalta que o presidencialismo garante amplos poderes ao presidente, mas exige cumprimento de princípios constitucionais e de legalidade.

Ramagem foi nomeado ontem (28/04) e chegou a despachar na sede da PF. A cerimônia de posse estava marcada para a tarde desta quarta-feira (29/04).

Sergio Moro, ao pedir demissão do cargo de ministro da Justiça, disse que Bolsonaro estava tentando interferir na Polícia Federal, além de impedir inquéritos contra seus aliado e obter informações de inteligência do órgão.

Rose Guglielminetti

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

1 comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Mais Categorias