Início » Oferta de leitos de UTI tem um “respiro” no SUS, mas ocupação segue alta

Oferta de leitos de UTI tem um “respiro” no SUS, mas ocupação segue alta

A oferta de leitos de UTI do SUS (Sistema Único de Saúde) teve um “respiro” nesta quinta-feira (02/07) com a existência de 11 leitos livres para pacientes com covid-19. Há pelo menos 19 dias, as redes municipal e estadual estavam sobrecarregadas, sendo que na primeira não havia leitos e, na segunda, a ocupação estava em torno de 90%. No geral, porém, a ocupação hospitalar segue alta, com um índice de 88,17 na cidade.

De acordo com dados da Saúde, a rede municipal, que tem os hospitais Ouro Verde e Mário Gatti, tinham 4 leitos disponíveis hoje. Dos 145 leitos, 141 estavam ocupados.

Já a rede estadual, que reúne o HC (Hospital de Clínicas) da Unicamp e o AME (Ambulatório Médico de Especialidades), tinha 7 leitos livres – dos 76, 69 tinham pacientes internados.

Na rede privada, dos 161 leitos, 118 estavam ocupados (78%).

Geral

Do total de 372 leitos nas redes privada e pública, 238 estavam com pacientes internados, o que corresponde 88,17%. A cidade tem 44 leitos livres somando as duas redes.

Rose Guglielminetti

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

Adicionar comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Mais Categorias