Início » “Pagamento dos servidores será analisado mês a mês”, diz braço direito de Jonas

“Pagamento dos servidores será analisado mês a mês”, diz braço direito de Jonas

O secretário de Relações Institucionais, Wanderley de Almeida, nome preferido do prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB) para a Prefeitura de Campinas, disse que o pagamento da folha do funcionalismo municipal será analisada a cada mês devido à queda na arrecadação. O valor é de R$ R$ 175,5 milhões entre funcionários ativos e aposentados.

“Esse mês iremos garantir o pagamento, mas no futuro, iremos analisar mês a mês”, disse ele durante coletiva na última sexta-feira.

O prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB), expressou sua preocupação com o pagamento da folha dos servidores na última sexta-feira (17/04). A prefeitura tem de desembolsar no fim do mês cerca de R$ 175 milhões para pagar a folha dos ativos e inativos.

O prefeito disse que a arredação caiu cerca de 30%, sendo que os tributos mais atingidos são o ISSQN (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza) e o ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadoria). A estimativa da prefeitura era receber R$ 1,1 bilhão com ISS neste ano. No ano passado, entraram para os cofres públicos R$ 1 bilhão com ICMS.

O valor da folha de pagamento dos funcionários que estão na ativa é de R$ 106,3 milhões. Já a dos aposentados é de R$ 69,2 milhões.

Em caso de eventual parcelamento de salário a única exceção será reservada aos servidores de Saúde e Assistência Social – profissionais que estão na linha de frente no combate ao coronavírus. A cidade tem hoje 54 mortes e 1.193 casos de covid-19.

Rose Guglielminetti

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

5 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Mas ele se esqueceu q subiu ocampreve de quem ganha o piso de 3%é uma vergonha pois 30% é obrigado apaga os mesmo valores dos colarinho branco vergonha vergonha..

  • A Emdec (agentes de mobilidade), a Defesa Civil e a Guarda Municipal (operacional) também estão na linha de frente, até mais que a Assistência Social.
    Se não pagar os salários desses profissionais e eles pararem, a cidade simplesmente não funciona.

  • seu vandao, começa pelo teu salario,fique sem receber, depois secretários e prefeito, assessores,cabides de emprego….

  • Vandao….os cabides de emprego que ganha absurdo…assessores….o teu salario vandao…passe alguns meses sem salario….vocês são uma vergonha pra cidade de campinas, estão perdidos e não adianta dizer que e pandemia não, que a ideia era ter cortes faz um tempo…seus medíocres….

Mais Categorias