Início » Perugini sofre derrota no TSE

Perugini sofre derrota no TSE

O ex-prefeito de Hortolândia Ângelo Perugini (PT) sofreu mais uma derrota na Justiça Eleitoral. O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) manteve a impugnação de sua candidatura a deputado estadual ao negar, na última terça-feira, o recurso impetrado pelo petista. Perugini foi barrado pela Lei da Ficha Limpa. Ele recebeu 94.174 votos nas eleições de outubro, o que lhe daria direito a um lugar na Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), caso a sua candidatura tivesse sido deferida. Com a decisão, o petista fica inelegível por oito anos.

O petista teve a sua candidatura barrada pelo TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo) em razão de o TCE-SP (Tribunal de Contas do Estado de São Paulo) ter rejeitado contas do Consórcio Intermunicipal Consoleste de 2008, instituição na qual Perugini atuou como presidente. O consórcio formado pelos municípios de Hortolândia, Sumaré, Americana, Santa Bárbara d’Oeste e Itu foi criado para a aquisição de máquinas de grande porte para uso comum através de rodízio.

O ministro Tarcisio Vieira de Carvalho Neto disse que o político falhou na prestação de contas. O candidato sustenta que não houve irregularidade grave porque não houve dano ao erário.

Nesta quinta-feira (20/11), a assessoria de imprensa informou que Perugini deverá impetrar um embargo de declaração, mas não descartou outros tipos de recursos. Ele vai usar como argumento, no caso do embargo, que entre os sete ministros que negaram o recurso, quatro deles eram suplentes. Informou ainda que há outro recurso tramitando no TCE para tentar anular a decisão que condenou as contas de 2008.

O candidato informou ainda, por meio da assessoria de imprensa, que vai buscar todas as alternativas para tentar fazer valer a vontade popular que o elegeu deputado estadual.

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também âncora do programa "Bastidores do Poder", da Rádio Bandeirantes de Campinas, que vai ao ar todos os dias das 10h às 11h30. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

Adicionar comentário

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.