Aqui política se discute.
Início » PF faz operação contra vice-presidente da Guiné Equatorial na região de Campinas

2 min readPF faz operação contra vice-presidente da Guiné Equatorial na região de Campinas

A Polícia Federal fez buscas nas cidades de Hortolândia e Jundiaí, além de São Paulo e Ditrito Federal em operação que apura dois inquéritos envolvendo o vice-presidente de Guiné Equatorial Teodoro Obiang, que foi condenado na França por compra de propriedades com dinheiro público desviado de seu país. Ele é investigado nos Estados Unidos por lavagem de dinheiro e desvio de recursos públicos. Obiang é aquele que, no mês passado, teve US$ 16 milhões em dinheior e relógios de luxo apreendidos no aeroporto de Viracopos, em Campinas.

O alvo principal dos policiais é uma cobertura duplex num prédio de luxo da Rua Haddock Lobo, no bairro dos Jardins, área nobre de São Paulo. O imóvel, avaliado em R$ 70 milhões é atribuído a Teodoro Obiang, mas está registrado em nome da empresa Nova Forma Soluções Imobiliárias, de Jundiaí, que declarou ter um capital social de R$ 10 mil.

A operação salvo conduto também fez buscas sete endereços na capital paulista, Hortolândia, Jundiaí e outro no Distrito Federal.

A Justiça Federal em São Paulo determinou ainda o bloqueio de seis carros de luxo de Obiang. A operação desta quarta-feira (10/10) é um desdobramento de dois inquéritos.

O primeiro foi instaurado em março deste ano para apurar o crime de lavagem de dinheiro após serem encontrados indícios de ocultação de propriedade relacionada à compra da cobertura duplex na capital.

E o segundo instaurado em setembro, depois que auditores da Receita Federal e Policiais Federais apreenderam no aeroporto de Viracopos, em Campinas, 16 milhões de dólares em dinheiro e relógios de luxo que estavam com integrantes da comitiva de Teodoro Obiang, que alegou ter vindo ao país para um tratamento médico. Os bens foram trazidos do exterior sem a declaração de bens e valores obrigatória.

A PF pediu à Justiça o sequestro do imóvel e dos bens e valores apreendidos em Viracopos e dos sete veículos de luxo, um deles avaliado em R$ 2 milhões.

A investigação prossegue com a coleta de depoimentos, análise do material apreendido e pedido de cooperação internacional para esclarecer a participação de todos os envolvidos. O crime de lavagem de dinheiro tem penas que variam de 3 a 10 anos de reclusão.

Com informações de Valter Sen

Rose Guglielminetti

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

Adicionar comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Rose Guglielminetti

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

Marcos Andrade

Marcos Andrade

Marcos Andrade é formado em jornalismo pela Unesp e pós graduado em Gestão da Comunicação em Mídias Digitais pelo Senac. Com passagens pelas rádios Band News FM e Bandeirantes de Campinas, é produtor do programa Bastidores do Poder da Band Campinas desde 2016.

Zezé de Lima

Zezé de Lima

Jornalista que começou no Diário do Povo, quando a sede era na César Bierrembach, e com histórias no Jornal de Domingo e Correio Popular. Na última década, já fiz de tudo na Band Campinas. Hoje posso fazer só o que gosto.

Mais Categorias