Início » Poda de árvores opõe Comdema e prefeitura

Poda de árvores opõe Comdema e prefeitura

O Comdema (Conselho Municipal de Meio Ambiente), além de acusar a Prefeitura de Campinas de cometer crimes ambientais por violação à lei de arborização, aprovou, na semana passada, um documento em que faz uma séries de exigências à administração.

Entre os crimes, os conselheiros apontam a poda irregular e o envenamento de árvores e ausência do plantio de espécies nas margens de rios e córregos do município. Para tentar minimizar os efeitos nocivos, o Comdema apresenta demandas que vão desde a produção de um inventário da arborização até recuperação de  um viveiro no Parque Shangrilá.

“Não dá para discutir sustentabilidade, sem um inventário ambiental”, disse o presidente do Comdema, Rafael Moya. O diretor do DPJ, Edson Navarrete disse que as podas são feitas com de laudos técnicos.

As exigências

As demandas aprovadas pelo Comdema foi publicada hoje  no “Diário Oficial”

Prazo para inventário

A Prefeitura deve fazer um inventário de arborização em 36 meses

Revisão

A administração deve reavaliar os projetos do sistema viário de grandes empreendimentos aprovados desde julho de 2003

Matas ciliares

Arborizar as matas ciliares e promover leilão das madeiras das podas. O dinheiro iria custear projetos de arborização urbana.

Quantidade

Por amostragem, estima-se que a cidade tenha cerca de 5 milhões de árvores

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também âncora do programa "Bastidores do Poder", da Rádio Bandeirantes de Campinas, que vai ao ar todos os dias das 10h às 11h30. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

Adicionar comentário

  • Olá Rose

    Por isso que deveriam ser implantados projetos como Madeira Urbana que utiliza madeira de árvores mortas ou velhas e podas para a fabricação de móveis. O programa planta outra árvore no mesmo lugar, assim a cidade fica mais arborizada (porque hoje em dia uma árvore é extraída, mas dificilmente outra é plantada no lugar) e coloca no site o código para o rastreamento sobre a origem da árvore e a quantidade de carbono sequestrado. Confira no site http://www.cbft.com.br/programacarbono/mad/o_que_e.aspx

    Juliana

  • A prefeitura ja deveria ter feito o inventário em 2003 pela lei 11.571.
    O Movimento Resgate o Cambuí tem um estudo completo da arborização do bairro, feito em 2007 e disponivel no site http://www.resgatecambui.org.br .
    Campinas ter 5 milhões de arvores é uma mentira deslavada, pois APENAS no Cambui faltam mais de 8.000 arvores.
    Temos que acabar com o DPJ e criar um novo departamento de arvores e areas verdes vinculado à secretaria de meio ambiente.

  • Olá,
    Venho divulgar o Blog Árvores Cariocas (http://arvorescariocas.blogspot.com/).
    O Árvores Cariocas convida a todos os interessados sobre o tema a participarem no blog enviando comentários sobre suas observações diárias ou eventuais, suas experiências com as árvores da cidade, deixando seu depoimento sobre preferências de espécies, fatos e momentos da vida ligados a esses elementos urbanos.

    Este blog tem como objetivo compartilhar e obter informações sobre as árvores da cidade do Rio de Janeiro. Essa é uma iniciativa da equipe de pesquisa em Arborização Urbana do Núcleo Interdisciplinar de Pesquisas em Paisagismo de Ambiente Urbano do PROURB-UFRJ e tem o apoio da Faperj – Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Rio de Janeiro e da UFRJ.
    Nosso endereço: http://arvorescariocas.blogspot.com/

    Aguardamos sua visita.
    Atenciosamente,
    Membros da Pesquisa.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.