Aqui política se discute.
Início » Prefeito de Pedreira processa mulher por postagem

Prefeito de Pedreira processa mulher por postagem

A exemplo do que fez o presidente do STF, Dias Toffoli, que decidiu abrir inquérito para investigar “noticias fraudulentas, denuncias caluniosas ou ameaças” contra o tribunal ou seus ministros nas redes sociais, o prefeito de Pedreira, Hamilton Bernardes (PSB) ingressou com uma ação de indenização por danos morais, contra um moradora da cidade por comentários dela no facebook.

Em novembro do ano passado, ladrões armados entraram na casa do prefeito; a família foi amarrada com gravatas e ameaçada de morte, caso joias e dinheiros não lhes fossem entregues. Segundo o prefeito,  os ladrões levaram dois carros, joias, celulares, eletroeletrônicos, além de R$ 6 mil em dinheiro.

Ao ver o fato noticiado nas redes sociais, a moradora Swelen Bohme comentou numa publicação. “Não foi assalto. Foi reembolso”, escreveu a mulher. “Temos muito gado e fazenda por aí”, acrescentou ela. 

O prefeito considerou o comentário calunioso e difamatório e decidiu processar a moça. “Nota-se que o comentário ultrapassou os limites da mera crítica politica e insinua que o autor é ladrão”, diz o advogado de Bernardes, ao fundamentar a ação.

Alega ainda que a página utilizada pela mulher para fazer o comentário possui mais 33 mil membros, o que, na avaliação dele, amplifica ainda mais a repercussão do comentário.

Na ação, pede indenização não inferior a R$ 15 mil e que a mulher seja condenada a pagar as custas dos processos e honorários dos advogados arbitrados em 20% do valor da condenação.

Cerceamento 

“Essa ação não pode ser considerado um cerceamento de liberdade. Cerceamento é não deixar falar. A pessoa pode falar o que quiser, mas precisa se responsabilizar pelo que fala”, argumenta o prefeito. 

“Eu vivo para a prefeitura. Nunca tirei um tostão do dinheiro público. Não mereço esse tipo de comentário”, avalia ele.

Bernardes disse que a partir de agora, vai processar todas as pessoas que fizeram comentários que considerar caluniosos ou difamatórios  contra ele.

Outro lado

‘Eu não quis ofender ou caluniar’

Swelen Bohme diz que não teve a intenção de ofender o prefeito. “Em nenhum momento quis ofender ou chamá-lo de ladrão, mas diante de tantas coisas, às vezes ficamos revoltados. Pagamos tantos impostos e pra quê?  Quando precisamos não temos ajuda do poder público”, pondera. Ela – que diz ter a mãe doente, o marido desempregado e dois filhos pequenos – acredita ter se expressado mal. Numa audiência de conciliação avisou não ter dinheiro para pagar nenhum tipo de indenização e chegou a propor uma retração, que o prefeito não aceitou. “Se meu comentário lhe causou prejuízo moral, por que o pagamento tem que ser em valores se a retratação lhe traria melhor efeito para isso? “, avalia. 

Texto: Tote Nunes

Rose Guglielminetti

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

1 comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Ué se a carapuça serviu então vista ué… Muitoooo estranho o fato de sair só um candidado a prefeito nessa cidade… Muito estranho mesmo… Outra coisa pede para comprovar de onde saiu os R$ 6.000.00 roubados… Apesar que é muito pouco né… Esse valor podia argumentar que foi salário. Tenha dó… Tem que processar por essa estrada chei a de buracos aí de pedreira…

Rose Guglielminetti

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

Marcos Andrade

Marcos Andrade

Marcos Andrade é formado em jornalismo pela Unesp e pós graduado em Gestão da Comunicação em Mídias Digitais pelo Senac. Com passagens pelas rádios Band News FM e Bandeirantes de Campinas, é produtor do programa Bastidores do Poder da Band Campinas desde 2016.

Zezé de Lima

Zezé de Lima

Jornalista que começou no Diário do Povo, quando a sede era na César Bierrembach, e com histórias no Jornal de Domingo e Correio Popular. Na última década, já fiz de tudo na Band Campinas. Hoje posso fazer só o que gosto.

Mais Categorias