Prefeitura dá sinal verde para PPP do lixo

Administração municipal Blog da Rose GOVERNO JONAS

A Prefeitura de Campinas publicou nesta quinta-feira (14/04) no Diário Oficial de Campinas o chamamento público de empresas que queiram apresentar estudos de PPP (parceria público privada) para coleta, transporte, manejo e tratamento e disponibilização ambientalmente correta dos resíduos sólidos de Campinas. O chamamento ficará aberto por 60 dias. O consórcio Renova, responsável atualmente pelo contrato de concessão de lixo, já apresentou um diagnóstico à prefeitura.

Segundo o secretário Municipal de Administração, Silvio Bernardin, o novo modelo vai exigir um investimento de até R$ 500 milhões do consórcio vencedor, sendo que a prefeitura continuará desembolsando o custo dos serviços hoje em torno de R$ 120 milhões/ano. A prefeitura vai pagar à empresa uma tarifa por tonelada de lixo tratado.

O grupo que vencer a licitação terá de tratar e reaproveitar 100% dos resíduos do município, além de construir usinas de reciclagem, de compostagem e combustível. A primeira fará o reaproveitamento de materiais como papel e plástico; a segunda irá usar lixo orgânico para fazer fertilizante agrícola. E a última irá transformar o lixo restante em carvão para usinas.

A cidade recolhe por dia cerca de mil toneladas de lixo. Os resíduos sólidos são levados para um aterro particular em Paulínia.

Sobre o autor

Rose Guglielminetti

Rose Guglielminetti

Sou editora-executiva do Jornal Metro de Campinas e comentarista política da Band-Campinas. Também sou âncora do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h10 às 14h, na Band Campinas. Apresento ainda o Entrevista Coletiva, programa a Band. Tenho paixão pela minha profissão de repórter. E entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

Deixe o seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.