Início » Prefeitura libera volta de missas e cultos em Campinas

Prefeitura libera volta de missas e cultos em Campinas

O prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB), liberou nesta sexta-feira (07/08) a volta dos cultos e missas a partir de amanhã (08/08). A Justiça suspendeu há três semanas as atividades religiosas na cidade após um pedido do MP (Ministério Público) que entendeu que o funcionamento de igrejas na fase vermelha apresentava um risco alto de disseminação do coronavírus.

O secretário de Assuntos Jurídicos, Peter Panuto, explicou que com a entrada de Campinas na fase amarela, mais abrangente, a decisão judicial se torna nula. “Na decisão, o desembargador escreveu que as igrejas poderiam reabrir na fase amarela. Com a mudança, as igrejas passam a ser autorizadas. Inclusive vamos fazer hoje uma petição na ação pedindo a nulidade do processo”, disse Panuto.

Regras

As igrejas poderão reabrir durante seis horas por dia e ter um público de 40% de fiéis nos templos.

Além disso, a prefeitura retira a proibição de pessoas com mais de 60 anos não frequentarem as atividades religiosas. Agora, é recomendado que esse grupo não participe. As pessoas com comorbidades continuam proibidas de participar de missas, cultos e outras atividades.

Também é obrigatório o uso de máscara e de álcool em gel, além do distanciamento social de um metro e meio.

Atividades culturais e educacionais como, por exemplo, escolas bíblicas continuam proibidas.

Casos

Campinas tem hoje 797 mortes e 20.602 casos confirmados da doença

Rose Guglielminetti

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

4 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Mais Categorias