Início » Relatório sobre conduta de órgãos públicos no caso de menino preso em barril é esperado para hoje

Relatório sobre conduta de órgãos públicos no caso de menino preso em barril é esperado para hoje

O prefeito de Campinas, Dário Saadi, aguarda para hoje o relatório completo sobre todos os atendimentos feitos pela rede socioassistencial do município à família do menino de 11 anos mantido acorrentado dentro de um barril no Jardim Itatiaia, em Campinas. Ele foi resgatado por policiais militares na tarde do último sábado, após vizinhos acionarem o serviço 190.

“Desde quando tomei conhecimento desse fato, imediatamente fiz contato com os secretários das áreas envolvidas, Saúde, Assistência Social e Justiça, para verificar os fatos”, relatou Dário Saadi.  As medidas administrativas cabíveis serão tomadas assim que o prefeito estiver com o relatório em mãos. “Seremos rigorosos na apuração de possíveis falhas ou alguma omissão neste caso”, ressaltou o prefeito.  

Levantamento prévio aponta que a família é acompanhada pelo Conselho Tutelar, Centro de Referência Especializado da Assistência Social (Creas), Centro de Atenção Psicossocial Infantil (CAPS I) e por uma organização da sociedade civil (OSC) conveniada pela Prefeitura.

O Ministério Público também vai investigar a conduta de todos os serviços públicos no caso. A promotora de Justiça Andrea Santos Souza, da Vara de Infância e Juventude de Campinas, fará a investigação.

O garoto está internado no Hospital Ouro Verde desde que foi resgatado do barril onde ficava com braços e pernas amarradas, convivendo em meio a fezes. Aos PMs, ele disse que não comia havia três dias e que, quando se alimentava, era com cascas de frutas . Em depoimento à polícia, vizinhos disseram que os maus-tratos ocorrem há mais de 6 anos.

O garoto vivia na casa com pai, a madrasta e a uma meia irmã. Todos estão presos preventivamente desde ontem. Após sair do hospital a criança deve ser encaminhada para o serviço de assistencial social do município.

Zezé de Lima

Jornalista que começou no Diário do Povo, quando a sede era na César Bierrembach, e com histórias no Jornal de Domingo e Correio Popular. Na última década, já fiz de tudo na Band Campinas. Hoje posso fazer só o que gosto.

Adicionar comentário

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.