Início » RMC desiste de lockdown, mas terá polícia nas ruas para obediência de toque de recolher

RMC desiste de lockdown, mas terá polícia nas ruas para obediência de toque de recolher

A reunião com 19 dos 20 prefeitos da RMC (Região Metropolitana de Campinas) acabou neste momento e eles desistiram de adotar lockdown regional, mas vão colocar a PM (Polícia Militar) e a GM (Guarda Municipal) de cada cidade para que os moradores cumpram o toque de recolher das 20h às 5h. O único prefeito que não participou do encontro foi o de Paulínia, Du Cazellato (PL). As informações ainda são extraoficiais.

A resistência pela adoção de um lockdown partiu dos prefeitos das cidades menores. O temor era a quebra da ordem pública por pessoas que não concordassem com o fechamento de tudo. Outro problema apontado foi a suspensão do transporte público. Só em Campinas, 60 mil trabalhadores utilizam os ônibus públicos, sendo 20 mil da Saúde. Não haveria como resolver essa equação.

Campinas iniciou ontem a fiscalização do toque de recolher com bloqueios pela cidade com homens da PM e da GM.

A maioria das cidades da RMC está com as UTIs lotadas e não tem mais para onde enviar pacientes, já que Campinas recebe muitos desses doentes. Ontem, a fila de espera por um leito de UTI ou de enfermaria era de 163 pessoas nos hospitais da Prefeitura de Campinas.

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.