Início » Rodrigo Garcia aposta no apoio de 513 prefeitos para alavancar candidatura ao governo

Rodrigo Garcia aposta no apoio de 513 prefeitos para alavancar candidatura ao governo

O vice-governador, Rodrigo Garcia, candidato ao governo de São Paulo pelo PSDB, aposta no apoio de 513 prefeitos do Estado de São Paulo para alavancar candidatura ao Palácio dos Bandeirantes.

O tucano está mal nas pesquisas de intenção de votos. Ele tem apenas 3%, enquanto os seus adversários estão bem na dianteira, de acordo com Pesquisa Quaest/Genial. Fernando Haddad (PT) lidera com 24%, seguido pelo ex-governador Márcio França (PSB), com 18%. Depois aparecem o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas (sem partido), com 9% e Guilherme Boulos (Psol), com 7%. O socialista abriu mão hoje de ser candidato ao governo de São Paulo em favor da esquerda.

De acordo com os apoiadores o apoio massivo dos prefeitos traz densidade e musculatura política à campanha. Eles apostam ainda nas realizações do governo do Estado que vão mostrá-lo como um gestor.

A preocupação com os dados de pesquisas, dizem esses apoiadores, passam longe da equipe que articula para colocar os “tentáculos” na maioria dos 645 municípios de SP.

No cenário com mais nomes de possíveis candidatos, a deputada federal e presidente do Podemos, Renata Abreu, e o vice-governador Rodrigo Garcia (PSDB) empatam com 3%, o deputado federal Vinicius Poit (Novo) tem 2%, o prefeito de São José dos Campos Felicio Ramuth (PSD) e o ex-ministro Abraham Weintraub (PMB) estão com 1%.

Os entrevistados que disseram votar nulo ou em branco somam 24%. Os indecisos representam 9%.

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também âncora do programa "Bastidores do Poder", da Rádio Bandeirantes de Campinas, que vai ao ar todos os dias das 10h às 11h30. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

1 comentário

  • Rodrigo Garcia ainda não se deu conta de que está exercendo papel do personagem do rei da fábula Roupa Nova do Rei de Hans Christian Andersen, sua candidatura hoje é e continuará sendo traço nas pesquisas até o final, a principal causa disso é o fato dela carregar o ranço da gestão João Dória, portanto não tem chance alguma de decolar.

    Aqui nós teremos a repetição do embate em nível federal entre o bolsonarismo representado por Tarcísio Gomes Freitas e o lulopetismo com Haddad ou França.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.