CASO OURO VERDE

Santini diz que vereadores de Campinas ficam com parte do salário dos assessores

Rose Guglielminetti
Escrito por Rose Guglielminetti

O vereador Tenente Santini (PSD) disse que vereadores de Campinas ficam com parte dos salários dos seus assessores. A denúncia foi feita durante entrevista ao Programa Bastidores do Poder, do qual faço parte.

Segundo ele, os assessores são contratados pela Câmara de Vereadores com salários que vão de R$ 3,5 mil a R$ 12,3 mil/mês, dependendo do cargo. Cada parlamentar tem direito a contratar até sete assessores dentro de um teto mensal de salários de R$ 46.538,12.

“Temos informações de que há vereadores que ficam com parte do salário dos seus assessores”, disse ele.

Questionado sobre nomes, ele não quis falar. “É complicado um assessor denunciar o esquema oficialmente”, disse ele.

O presidente da Câmara, Marcos Bernadelli (PSDB), disse desconhecer completamente essa denúncia. “Não tenho nenhum informação sobre apropriação indébita de salários. Ele tem de fazer essa denúncia à Corregedoria da Câmara e ao Ministério Público”, disse o tucano.

Jorge Schneider (PTB), colega de Câmara de Santini, disse que essa denúncia não se aplica a ele. “Ele tem que ter provas para fazer uma acusação como essa. Tem que ter muita certeza do que está falando”, disse o petebista.

A maioria dos parlamentares utilizou os R$ 46,5 mil que têm direito para contratar os seus assessores. Três deles usaram menos: Nelson Hossri (Podemos), gastou 43 mil; Marcelo Silva (PSD), consumiu R$ 44,7 mil e Vinicius Gratti (PSB), utilizou apenas R$ 28,1 mil. Os valores referem-se ao mês de janeiro.

Sobre o autor

Rose Guglielminetti

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

Atenção

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da autora do blog. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. A autora poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Comentários

  • Eu tenho um amigo (pois ñ posso citar o nome) que trabalhou por 4 anos na
    Câmara Municipal de Campinas e depois q acabou o mandato do vereador(Ñ se reelegeu na última eleição) com q ele era assessor nos contou q recebia em torno de 7mil e ficava apenas com 3mil por mês.
    Seria necessário o ministério público investigar as contas correntes dos vereadores.
    Pq falei com meu amigo e ele se recusa a fazer essa denúncia pois é amigo desse vereador desde criança.
    Mas pelo o q ele nos contou é comum os vereadores fazerem isso.
    Eu adoro o programa bastidores acho vcs excelentes e vão a fundo doa a quem doer
    Abraços.

    • Jura? Descobriu a pólvora!! Isso acontece há décadas na Câmara de Campinas, todo mundo lá dentro sabe disso. Tem funcionário sem qualificação nenhuma ganhando 12 mil. Óbvio que ele devolve grande parte ao vereador. O MP não pega porque não quer.

  • Não só os assessores diretos de vereadores como aqueles que vivem lotados na estrutura da administração toda, seja SETEC, CEASA, EMDEC, IMA, Mario Gatti, Fundação José Pedro de Oliveira, secretarias diversas, subprefeituras, administrações regionais…….. basta querer pegar, fácil fácil.

  • Muita verdade essa eu trabalho aqui na Ceasa e entre os comissionados tem o Brandão que conta pra todo mundo aqui que do seu salário não sobra nada e que tem que todo mês passar metade para um tal de Braga do partido e que sempre fez isso na câmara diz que ou faz isso ou tá fora

  • Isso não é de agora lá atrás tem vereadores que ficaram ricos com esse repasse ilegal e sei que teve assessores que saíram com uma mão na frente outra atrás isso é absurdo e os vereadores que assumiram a presidência da câmara estorquia os assessores dobrado investigue e verá

  • Vocês estão errados. O que mais tem é gente que NÃO TRABALHA e emrpesta o nome para o Vereador se fazendo de laranja do mesmo. Aí, esse laranja recebe menos ainda e o Vereador mais ainda.

    É o Vereador que fica com o cartão de débito do laranja.

Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.