Início » Saúde quer ratear custeio do PS Metropolitano entre os municípios

1 min readSaúde quer ratear custeio do PS Metropolitano entre os municípios

O custeio do PS (Pronto-Socorro) Metropolitano – que deverá ser instalado na região do Padre Anchieta em Campinas – deverá será rateado entre os municípios vizinhos, segundo informou ontem o presidente da Rede Mario Gatti, Marcos Pimenta.

“A construção do PS está indo de vento em popa, mas a operação, terá de ser trabalhada junto aos municípios do entorno”, disse Pimenta, ontem, em audiência na Câmara sobre o orçamento 2019.

Segundo ele, dependendo da especialidade, entre 30% e 40% dos pacientes atendidos hoje pela UPA (Unidade de Pronto-Atendimento) Anchieta são de municípios, como
Hortolândia, Sumaré, Monte Mor ou mesmo Americana.

Pimenta diz que a partir de agora, quando a obra já está consolidada – o equipamento deve entrar em operação em 2020 – a Prefeitura de Campinas vai começar a procurar as prefeituras vizinhas para conversar sobre o compartilhamento dos custos.

Pimenta diz ainda não ter o valor fechado dos gastos que o futuro PS vai exigir, mas estima que será ao menos quatro vezes maior que o gasto da atual UPA Anchieta, que hoje consome R$ 1,2 milhão ao mês.

O número de atendimentos poderá ser triplicado. Hoje são 300 por dia.
“É como se fosse um mini hospital. Teremos 80 leitos de retaguarda, o que não é comum para equipamentos desse porte”, disse ele.

Pronto-Socorro
A Secretaria de Saúde lembra que o Pronto-Socorro estará localizado perto de duas rodovias muito movimentadas, a Anhanguera e a Bandeirantes, que registram grande número de acidentes, de traumas. Além disso, vai estar próximo da Unicamp, e deverá desafogar o PS da universidade. As obras do PS vão consumir R$ 7,5 milhões.

Rose Guglielminetti

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

Adicionar comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Mais Categorias