Início » Saúde suspende cirurgias eletivas em Campinas

Saúde suspende cirurgias eletivas em Campinas

A Saúde de Campinas decidiu suspender as cirurgias eletivas na Rede Mário Gatti por causa da pressão sobre os leitos de UTI para pacientes com covid-19. Na manhã desta quarta-feira (26/05), a Sala Vermelha, do Hospital Mário Gatti, que funciona como um espaço de transição até a transferência para o local de internação, estava superlotada. A capacidade é de 10 pessoas e tinha 23 pacientes.

LEIA MAIS

Superlotado, Mário Gatti vive caos

As cirurgias oncológicas, porém, estão mantidas. A Prefeitura de Campinas não divulga o número de pessoas na fila de espera que tiveram as cirurgias eletivas desmarcadas desde o ano passado, quando começou a pandemia.

A taxa de ocupação de leitos de UTI exclusivos para pacientes com covid-19 nas redes pública e particular de saúde de Campinas está em 88,47%. Dos 399 leitos, 353 estão ocupados. Dos 46 leitos disponíveis, apenas dois são do SUS.

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.