EDUCAÇÃO

Secretarias de Educação admitem superlotação em sala de aula, diz vereador

Rose Guglielminetti
Escrito por Rose Guglielminetti

Representantes das secretarias de Educação e do Estado admitem que as salas de aula estão superlotadas, segundo a assessoria de imprensa do vereador Gustavo Petta (PCdoB) que, na semana passada, disse que mais de 100 salas de aula da cidade estão com número de alunos acima do permitido pela legislação.

A confirmação foi dada nesta segunda-feira (13/05) durante reunião na Comissão Permanente de Educação e Esporte no Legislativo campineiro.

Segundo a assessoria de Petta, a Secretaria Municipal de Educação admitiu que o problema de superlotação se deu devido a um bug no sistema de distribuição dos alunos do ano inicial dos alunos do Ensino Fundamental. Até o ano passado, o trabalho era feito pela IMA – empresa de tecnologia da prefeitura – e agora passou a ser feito pelo governo do Estado por meio do Prodesp (Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo).

O problema de excesso de alunos, segundo a Câmara, se agrava nas regiões do Campo Grande, Campo Bello, Oziel e Monte Cristo. Segundo o governo do Estado, devido ao alto número de moradores nas regiões, não há mais sala de aula disponível no estado para os alunos.

A comissão decidiu enviar uma Moção ao governo paulista para tentar acesso às informações de números de alunos por sala, já que não foi disponibilizado. “Precisamos ter cuidado com a municipalização forçada. O estado, há alguns anos, já quis fechar salas e não podemos admitir isso. Temos denúncia que uma escola municipal tem 35 alunos e uma estadual, do mesmo ciclo e vizinha, com 20”, disse Gustavo Petta, presidente da Comissão.

Foto: Câmara de Vereadores de Campinas

Sobre o autor

Rose Guglielminetti

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.