Início » Secretário de Segurança de Campinas vai à PGR e denuncia desembargador que humilhou guarda em Santos

Secretário de Segurança de Campinas vai à PGR e denuncia desembargador que humilhou guarda em Santos

O secretário de Segurança Pública de Campinas, Luiz Augusto Baggio, protocolou ontem uma representação criminal contra o desembargador Eduardo Siqueira, que, no último sábado (18/07), rasgou uma multa ao ser autuado por não usar máscara de proteção contra o novo coronavírus e desrespeitou um guarda municipal, em Santos, litoral sul paulista. O documento foi enviado ao procurador geral da República Augusto Aras.

Secretário de Segurança de Campinas diz que desembargador tem de ser investigado sob a ótica criminal

Na representação criminal, Baggio, que também é membro do Cosmus (Conselho dos Secretários Municipais de Segurança Pública do Estado de São Paulo), aponta a ocorrência, em tese, dos crimes de infração de medida sanitária preventiva, desacato a funcionário público, supressão de documento e abuso de autoridade.

No último sábado (18/07), o desembargador humilhou um guarda municipal ao se negar a usar máscara facial na calçada pública. O desembargador chamou o guarda de analfabeto, chegou a telefonar para o secretário de Segurança Pública de Santos, tentando se esquivar de ser multado, e, ao final, rasgou a multa aplicada pelo guarda

Baggio afirma que optou pela representação criminal porque no campo ético e disciplinar, o caso já está sendo apurado pelas corregedorias do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo e do Conselho Nacional de Justiça. ” Diante da gravidade e repercussão do caso, é vital que a Procuradoria da República apure os fatos também sob ótica criminal”, disse ele.

Desembargador tenta se livrar de multa por não usar máscara


Rose Guglielminetti

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

3 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Secretário, no âmbito penal os membros do Poder Judiciário gozam de prerrogativa de foro (o tal ‘foro privilegiado’).
    No caso citado, o Desembargador é membro do Tribunal de Justiça de São Paulo, e, por consequência, o foro competente é o próprio Tribunal de Justiça e não a Procuradoria da República.
    #ficaadica.

Mais Categorias