Administração municipal Blog da Rose

Tarifa

A Secretaria de Recursos Humanos da Prefeitura de Campinas planeja gastar R$ 37,2 milhões na aquisição de 8,5 milhões de bilhetes do vale-transporte para 4.724 servidores públicos. O contrato firmado com a Transurc foi publicado ontem no Diário oficial e prevê que o custo será diluído ao longo de 36 meses. E justamente por abranger três anos, já prevê eventuais reajustes da tarifa.

Hoje, segundo o Executivo, o custo de cada bilhete é de R$ 3,80, mas será readequado a cada reajuste que vier. A Administração informa que são dois passes por dia, ao longo de 22 dias no mês.

O Executivo ressalta que o número de bilhetes é uma projeção, que pode não ser atingida. Diz ainda que nem tudo será reembolso da prefeitura, já que 3% do valor é descontado direto no salário do servidor. Assim, do total, o Executivo cobriria R$ 22 milhões e os servidores entrariam com o resto – cerca de R$ 14 milhões.

A secretaria informa que o benefício atinge a menos de um terço dos servidores porque, para muita gente, não compensa. O desconto em folha seria maior que o gasto com transporte.

Sobre o autor

Rose Guglielminetti

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.