Início » Taxa de ocupação de leitos de UTI SUS chega a 85% em Campinas

Taxa de ocupação de leitos de UTI SUS chega a 85% em Campinas

A taxa de ocupação em leitos de UTI do SUS (Sistema Único de Saúde) chega a 85% nesta quarta-feira (27/05) em Campinas. Nos hospitais privados, o índice é de 65%. Nesta semana, o secretário de Saúde de Campinas, Carmino de Souza, admitiu que há uma pressão sobre este tipo de internação.

O balanço da Prefeitura de Campinas aponta ainda que a cidade tem 69 pacientes com covid-19 internados nos leitos de UTI dos hospitais da Prefeitura de Campinas – o que gera uma ocupação de 90%. Essas unidades hospitalares têm apenas 8 leitos vagos – dois a mais do que ontem (27/05).

Em relação às unidades de Saúde do Estado a situação melhorou. O AME (Ambulatório Médico de Especialidades) e o HC da Unicamp agora tem sete leitos livres. Ontem, estavam com 100% de ocupação. Hoje, a ocupação é de 83%, com 34 pacientes internados no AME e no HC.

O prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB), disse hoje que todos os pacientes com covid-19 internados do AME não são moradores de Campinas.

Já na rede privada, a ocupação por pacientes de covid-19 é de 57%, sendo que existem 42 leitos disponíveis para este grupo.

Rose Guglielminetti

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

Adicionar comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Mais Categorias