Câmara de Vereadores

Tourinho rebate Santini e diz que governo Bolsonaro é promíscuo

Rose Guglielminetti
Escrito por Rose Guglielminetti

O vereador Pedro Tourinho (PT) rebateu as criticas do Tenente Santini e apontou corrupção no governo Bolsonaro e disse que a relação entre Executivo e Legislativo, da qual Santini, tanto critica é repetida em Brasília.

O petista disse que Santini usa uma estratégia que estabelecida em Brasília de mostrar que o governo Bolsonaro está sitiado porque, segundo ele, o governo não apresenta nenhum benefício à população. “Quer mostrar que ele é vítima de um sistema contra o qual ele luta, apesar de Bolsonaro ter sido uma das expressões máximas deste sistema. Foi deputado por 28 anos, base de governo de um monte de um monte de gente. Passou décadas sustentando esse projeto, claro que, com suas falas virulentas e desrespeitosas, que lhe rendem votos. O fato é que ele é um membro deste sistema que ele julga combater”, disse o vereador.

Tourinho afirmou ainda que Bolsonaro tem maioria parlamentar. “E falam como se governasse com minoria parlamentar. A mesma relação que é criticada pelo vereador, que eu também critico, se repete em Brasília. Vários dos projetos do governo federal foram aprovados. Ele faz exatamente os que os governantes fazem no Brasil, mas usa um discurso persecutório porque ele precisa manter uma sensação que não e permitido a ele governar pra justificar o descalabro do seu governo”. criticou o petista., que disse que o governo de Bolsonaro é formado por ministros “patetas e de gente despreparada para darem respostas a problemas complexos.”

Sobre a acusação de corrupção, Tourinho apontou as denúncias envolvendo o filho do presidente, Jair Bolsonaro. Ele é acusado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro de ter praticado rachadinha – quando parte do salário do funcionário é retido. Ele também apontou o envolvimento com milícias. “Há denúncias de que no gabinete de Flávio Bolsonaro tinha gente ligada a milícias, que são grupos de extorsão que intimida a população pobre para que a vida púbica funcione. São também ligados a grupos de extermínio”, disse ele, que acrescentou ainda: “Seu gabinete fez operações suspeitas. E por causa disso, o seu pais, fez uma ingerência no Coaf (órgão que denunciou a movimentação suspeita nas contas bancárias dos funcionários de Flávio pelo assessor Queirós). Tem escândalo de corrupção, sim, Tenente Santini”, argumentou ele.

Ele disse que se for medir pela mesma régua que os bolsonaristas medem o PT e o PSDB, eles também estão sujos. “Se o cara está falando que combate a corrupção, tem que começar com a casa dele. O Flávio é um cara muito suspeito. Não deveria ter essa promiscuidade.”

Tourinho disse ainda que “Não somos uma nação de bandidos. Em todos os governos tivemos gente boa e picareta também”. Ele afirmou ainda que o presidente trata o estado brasileiro como se fosse sua propriedade, com a demissão de ministros por causa do descontamento dos filhos. Dentro deste contexto, ele criticou ainda a indicação de Eduardo Bolsonaro para ser embaixador no Brasil nos EUA. “Tranformou um cargo importante numa piada”.

Quanto às críticas que Santini fez à imprensa, Tourinho lembrou que no desfile do dia 7 de setembro, Bolsonaro tinha no palanque “os presidentes de duas redes nacionais de televisão. Falar que é perseseguido pela imprensa? É risível”, disse o petista.

E para terminar ele disse que votaria a favor do projeto de Santini. Mas ambos foram rejeitados.

Foto: Câmara de Campinas

Sobre o autor

Rose Guglielminetti

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.