Aqui política se discute.
Início » Trabalho infantil? Jamais!

Trabalho infantil? Jamais!

A defesa em favor do trabalho infantil pelo presidente Jair Bolsonaro em transmissão ao vivo na noite desta quinta-feira foi inadequada.

Quando ouço isso, fico imaginando as crianças que trabalham em carvoaria, na colheita de café ou em outras atividades. Lugares estes que nunca, mas nunca deveriam ter a presença de uma criança.

Uma criança tem de ser protegida, ter direito à escola e ao brincar e ter segurança. No Brasil, o trabalho infantil a menores de 18 anos é proibido, exceto na condição de aprendiz, a partir dos 14 anos – o qual aprovo.

Falo com propriedade porque desde cedo tive que trabalhar devido à pobreza.. Fui babá de uma criança quando tinha 10 anos. Uma criança cuidando de outra criança. Trabalhei na roça – colheita de algodão e café – e vendia salgadinhos na rua. Quando deveria estar fazendo qualquer coisa que era do universo infantil, eu estava trabalhando. Claro que essas atividades prejudicaram a minha formação acadêmica. Na faculdade tive que correr atrás do déficit de aprendizado.

Quero deixar claro que não sou contrária ao trabalho na condição de menor aprendiz – que tem regras específicas de condições de trabalho e prevê que eles mantenham os estudos enquanto estiverem exercendo a atividade nas empresas que estejam trabalhando.

Me pergunto como um um gestor público pode não ficar sensibilizado quando vê uma criança trabalhando aos sete anos? Ele colocaria seus filhos nestas condições? Espero que não.

Dados do Pnad de 2015 apontam que há 2,7 milhões de crianças e adolescentes em situação de trabalho infantil no país.

Ainda bem que Bolsonaro disse que não tem intenção de apresentar nenhum projeto para descriminalizar a prática por saber que “seria massacrado”.

Tomara que fique apenas na fala e que isso nunca vire lei no nosso país. Trabalho infantil é uma grave violação aos direitos humanos.

Foto: Divulgação

Rose Guglielminetti

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

1 comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • A cada dia te admiro mais mulher! Isso não é nem posicionamento ideológico! Uma criança trabalhar é um absurdo que nem deveria ser assunto de qualquer discussão, muito menos de um presidente da República.

Rose Guglielminetti

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

Marcos Andrade

Marcos Andrade

Marcos Andrade é formado em jornalismo pela Unesp e pós graduado em Gestão da Comunicação em Mídias Digitais pelo Senac. Com passagens pelas rádios Band News FM e Bandeirantes de Campinas, é produtor do programa Bastidores do Poder da Band Campinas desde 2016.

Zezé de Lima

Zezé de Lima

Jornalista que começou no Diário do Povo, quando a sede era na César Bierrembach, e com histórias no Jornal de Domingo e Correio Popular. Na última década, já fiz de tudo na Band Campinas. Hoje posso fazer só o que gosto.

Mais Categorias