Início » TSE vai retomar julgamento sobre abuso religioso em campanhas eleitorais

TSE vai retomar julgamento sobre abuso religioso em campanhas eleitorais

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) vai retomar no próximo dia 13 de agosto o julgamento que poderá levar à cassação de mandatos de políticos que cometem o chamado “abuso religioso” em campanhas.

O julgamento, iniciado em junho, analisa o analisa o caso da vereadora Valdirene Tavares (Republicanos), de Luziânia (GO). Segundo a denúncia, ela, que é pastora, pediu votos numa igreja da Assembleia de Deus.

O relator, Edson Fachin, apesar de ter votado contra a cassação do mandato, pediu para que seja avaliada a possibilidade de inclusão do abuso religioso em ações que apontam abuso econômico e político. O pedido se dá em cima do conceito de que igrejas não podem financiar candidatos.

Já o ministro Alexandre de Moraes votou contra por avaliar que seria aberta a possibilidade de cassar políticos, por exemplo, por abuso sindical, empresarial e corporativo.

O primeiro a votar na semana que vem será o ministro Tarcísio Vieira. O resultado é imprevísivel. O TSE tem sete ministros.

Congresso

A bancada evangélica trabalha no Congresso para tentar convencer os presidentes Rodrigo Maia (Câmara) e Davi Alcolumbre (Senado) par mudar a legislação no sentido de permitir campanhas em igrejas.

Rose Guglielminetti

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

Adicionar comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Mais Categorias