Início » Valéria Monteiro deixa PTB e critica nova presidente

2 min readValéria Monteiro deixa PTB e critica nova presidente

A jornalista Valéria Monteiro teve uma passagem relâmpago pelo PTB. Ele assinou a sua ficha de filiação no dia 24 de outubro e deixou o partido criticando a atual presidente e pré-candidata a prefeita pela legenda, delegada Teresinha de Carvalho.

O PTB, na verdade, vive uma fase de disputas internas. O vereador Jorge Schneider já disse que deixará o partido.

Na sua página do Facebook, Valéria Monteiro escreveu que a candidatura de Teresinha à prefeitura “não me permitiria manter a coerência que me trouxe à politica. Recusei ser sua vice assim que me dei conta de suas maneiras fisiológicas e suas mentiras, fala mal de todo mundo, inclusive de mim, claro!”.

Valéria foi para o PTB convidada pelo manda-chuva do partido, Campos Machado, com a promessa de ser candidata a vice-prefeita.

A jornalista disse ainda que tem divergências ideológicas com a delegada Teresinha. Além disso, discordou de a pré-candidata ter pedido um cargo para o prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB). “Na minha opinião enfraquecia a candidatura dela e fazia com que algumas pessoas pensassem que ela teria vendido a candidatura para o Jonas”, disse ela.

Valéria ressaltou que chegou a propor uma reunião para debater os rumos do partido na cidade, mas não houve acordo. “A postura política e pessoal da delegada, assim como o ambiente da comissão provisória, o que não justifica num partido tão grande e histórico como o PTB, me provaram que eu estava no lugar errado, incoerente com tudo o que me trouxe a fazer política: mudar a dinâmica de intimidação e subserviência dos filiados dos partidos que têm dono e caciques e são alijados do processo democrático”, disse a jornalista.

Outro lado

Teresinha de Carvalho disse que a saída de Valéria Monteiro é uma surpresa. “Quando ela veio para o partido, minha pré-candidatura já estava sacramentada”, disse. Porém, ela ressaltou que quem trouxe a jornalista para o partido foi ela e não o presidente do PTB estadual.

A presidente do PTB foi taxativa ao dizer que não quis Valéria como sua vice. “Entendo que precisamos trabalhar melhor essa questão até do sexismo em ter duas mulheres na mesma chapa”, explicou.

A delegada afirmou ainda que “se houve traição foi por parte da Valéria. Mais recentemente ela havia forçado a barra para se candidatar no meu lugar e ficou manipulando.”

A presidente do PTB de Campinas disse que trabalha para fortalecer o partido. “Sem tirar espaço de ninguém.”

Rose Guglielminetti

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

6 comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Mais Categorias