Câmara de Vereadores

Vereador ataca Zimbaldi e promete retomar CPI da Merenda

Rose Guglielminetti
Escrito por Rose Guglielminetti

O vereador Nelson Hossri (Podemos) gravou um vídeo e publicou em redes sociais, no qual faz ataques diretos ao ex-presidente da Câmara que, no final do ano passado, decidiu arquivar o pedido de instalação da CPI da Merenda. “O ex-presidente da Câmara, vereador Rafa Zimbaldi, decidiu jogar para debaixo do tapete a corrupção no escândalo da merenda”, atacou o vereador. “Aos 45 minutos do 2º tempo, em suas últimos atos como presidente, ele resolveu arquivar o nosso pedido. Na verdade, preferiu não investigar”, concluiu.

A CPI esteve perto de ser instalada no final de 2018. Hossri chegou a reunir 12 assinaturas (precisava de 11), mas pouco antes de protocolar o pedido, quatro vereadores retiraram a assinatura. “Aliás, isso é outra coisa que eu não entendi. Eles protocolaram a retirada dos nomes, antes mesmo de eu protocolar o pedido. Nunca vi isso”, reclamou. “Mas eu não vou desistir. Vou continuar em busca de mais três assinaturas”, avisou.

Ainda no ano passado, Zimbaldi recebeu o pedido de instalação e solicitou um parecer da Procuradoria da Câmara. Depois disso, poderia determinar a abertura da Comissão; mandar para decisão em plenário ou arquivar. Ele preferiu a terceira.

Para Hossri, as irregularidades contidas no programa de fornecimento da merenda escolar são mais graves para a Administração que as que resultaram na CP (Comissão Processante) do Caso Ouro.

Em novembro do ano passado, o prefeito Jonas Donizette (PSB) foi denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF) por desvio de verbas destinadas à merenda escolar. Ele é acusado de dispensa indevida de licitação e desvio de verbas públicas em proveito de terceiros, segundo apuração feita pela Operação Alba Branca. Os desvios podem ter chegado a R$ 2,8 milhões, segundo o MPF. Jonas nega ter havido irregularidades no procedimento de compra.

Zimbaldi.

O ex-presidente Rafa Zimbaldi respondeu por por meio de nota. “A afirmação do vereador Hossri é equivocada e não condiz com a verdade, até porque nada foi arquivado e sim devolvido a ele para que tente coletar o número de assinaturas necessário para abrir a CPI, algo que o vereador até o momento não tem”, disse ele na nota

“Creio que o ataque feito pelo vereador à minha atuação como presidente neste caso seja fruto de destempero e inabilidade política em conseguir manter os apoiadores que assinaram o requerimento da CPI. Cabe mais uma vez ainda informar que o documento jamais foi ao arquivo, apenas devolvido pra que complemente as assinaturas. Caso fosse ao arquivo deveria ser elaborado novo requerimento e coletadas novas assinaturas”, finalizou Zimbaldi.

Sobre o autor

Rose Guglielminetti

Rose Guglielminetti

Sou comentarista política da Band-Campinas. Também sou colunista do programa "Bastidores do Poder", que vai ao ar todos os dias das 13h20 às 14h, na Band Campinas. Entre tantas editorias a de Política é a das que mais me atrai. E isso fez com que me enveredasse por esse caminho ao longo de minha carreira. Como repórter de Política sempre busquei oferecer notícias de bastidores do poder. E é isso que irei procurar fazer neste blog.

Atenção

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião da autora do blog. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. A autora poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Comentários

  • Não somente o Vereador Hossri aguarda a CPI, mas a maioria da população de Campinas.

    Muitos munícipes estão ansiosos para poderem levar uma merenda para Hortolândia.

  • A intenção de investigar do nobre vereador que parece ser nobre, na verdade não tem nada de tão nobre, é puro proselitismo político. Sua real intenção – assim como de outros nobres vereadores que se dizem “paladinos da moralidade” – é criar factoides políticos com a finalidade de se cacifar nas próximas eleições municipais. Optou por esse caminho ao farejar que a implosão do PT abriu espaços políticos. Enfim, atitudes como essas do nobre vereador devem ser encaradas como pruridos da democracia, melhor assim do que se vivêssemos no cenário onde o socialismo dá certo, como na Venezuela…

Deixe o seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.